COBERTURA ESPECIAL - Fuzileiros Navais - Naval

25 de Abril, 2019 - 11:00 ( Brasília )

Fuzileiros Navais fazem exercícios militares


O Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador (GptFNSa) encerrou, no dia 15 de abril, o Adestramento de Equipes I, primeiro exercício de 2019, que envolveu mais de 170 militares durante 18 dias e foi realizado na região de Subaúma, no Município de Entre Rios, localizado no Litoral Norte da Bahia, distante cerca de 120 quilômetros de Salvador.

No período de 29 de março a 15 de abril, as duas companhias do GptFNSa foram submetidas a treinamentos que exigiram esforço físico e psicológico dos fuzileiros navais, atestando o preparo daqueles militares.


Militares do Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador praticam montagem e desmontagem de armadilhas

Cada uma das companhias realizou uma marcha administrativa de 12 quilômetros, além de práticas de orientação, patrulha, primeiros socorros, montagem e desmontagem de armadilhas e tiro, dentre outras simulações de situações de combate.

O exercício marcou o início do ciclo de adestramento anual da organização militar, que ainda prevê exercícios a nível de pelotão e, em uma última fase, de companhia, de modo a manter o Grupamento sempre pronto para atender às demandas do Comando do 2º Distrito Naval ou do Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra, em situações que requeiram o emprego dos meios de fuzileiros navais.


Navio Transporte Fluvial “Paraguassu” promove exercício de operações aéreas e instrução de marinheiros recrutas


NTrFlu “Paraguassu” em operações aéreas com helicóptero Esquilo Monomotor de Emprego Geral

Entre os dias 15 e 18 de abril, o Navio Transporte Fluvial “Paraguassu”, subordinado ao Comando da Flotilha de Mato Grosso (ComFlotMT), realizou exercício de operações aéreas e viagem de instrução de marinheiros recrutas, na área compreendida entre Ladário-MS e a Foz do Rio Paraguai Mirim. No dia 16 de abril, foram realizadas as operações aéreas na área do Rabicho.

O exercício foi composto por oito transferências de carga interna que mantém o navio apto a realizar transferência de pessoas ou material para a aeronave.

No dia 17 de abril, 61 alunos da Escola de Formação de Reservistas Navais realizaram adestramentos no navio, acompanhando atividades rotineiras e exercícios operativos a bordo, além de tomarem conhecimento sobre manuseio de armamentos, fainas marinheiras, noções básicas de navegação, de propulsão e de condução do navio.

A comissão contribuiu tanto para a qualificação e adestramento da tripulação do navio nas operações aéreas quanto para a formação dos recrutas, que observaram e vivenciaram as fainas marinheiras desenvolvidas a bordo e conheceram de perto as tradições navais.