COBERTURA ESPECIAL - Fuzileiros Navais - Naval

05 de Junho, 2018 - 12:10 ( Brasília )

Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais participa de Conferência Internacional de Desminagem


Após a Marinha do Brasil ter recebido convite do Ministério da Defesa da Federação Russa, o Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais (BtlEngFuzNav), representado por seu Comandante, participou da 3ª Conferência Internacional de Desminagem, realizada em Moscou, de 21 a 24 de maio, com a presença de 24 delegações de países ou organismos internacionais.

Durante o evento, organizado pelo Corpo de Engenheiros das Forças Armadas da Rússia, ocorreram palestras e demonstrações práticas das técnicas e equipamentos que vêm sendo utilizados no conflito na Síria pelas tropas de engenharia daquele país, em operações de abertura de passagens em campos minados, limpeza de áreas com minas terrestres (desminagem humanitária) e desativação de artefatos explosivos improvisados.

Foi realizada também uma visita ao Centro de Minas Terrestres da Rússia, local onde ocorre a formação e o adestramento das tropas que serão desdobradas em terreno sírio. Além das diversas apresentações russas, também ocorreram palestras sobre operações em andamento em outros países.

Representantes de Israel e Argélia abordaram as operações de desminagem realizadas em seus países. Já a Nigéria, tratou das operações contra artefatos explosivos improvisados em seu território no combate a grupos fundamentalistas.

Na mesa de debates sobre operações de desminagem humanitária, o BtlEngFuzNav contribuiu com uma breve correlação das apresentações realizadas com as operações em que houve ou há a participação de pessoal oriundo do batalhão, em Angola, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Peru. O BtlEngFuzNav participou de evento de grande importância na área de engenharia de combate podendo, assim, obter conhecimentos e captar experiências de representantes de alto nível de países atualmente envolvidos em conflitos.

A ação permitiu ao Batalhão incrementar sua preparação para o apoio à mobilidade dos Grupamentos Operativos de Fuzileiros Navais, por meio da neutralização de minas e armadilhas com explosivos, bem como continuar contribuindo com o apoio do Brasil às operações de paz e humanitárias no exterior.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Especial Espaço

Especial Espaço

Última atualização 16 JUL, 23:20

MAIS LIDAS

Fuzileiros Navais