COBERTURA ESPECIAL - Fuzileiros Navais - Segurança

31 de Março, 2014 - 00:22 ( Brasília )

MB – Apoia Operação no Complexo da MARÉ



MB – Na Operação no Complexo da MARÉ
Nota do 1º Distrito Naval

 
 
A Marinha do Brasil participou, neste domingo (30MAR14), da Operação conduzida pela Secretaria de Segurança do Governo do Estado do Rio de Janeiro (SESEG-RJ), no Complexo da Maré. A operação contribui para a continuidade do Programa de implantação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP).

Por meio da Força de Fuzileiros da Esquadra, a Marinha do Brasil prestará apoio logístico de transporte aos Batalhões de Operações Especiais (BOPE) e de Choque (BPChq) da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ).
 
Sob o Comando do Capitão-de-Mar-e-Guerra Fuzileiro Naval Ricardo Henrique Santos do Pilar, um Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, com o efetivo de 250 militares, atuou na Operação. Estes militares operaram as 21 viaturas blindadas e outros meios da Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE) atendendo às necessidades da Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro.
 
O GptOpFuzNav-RIO IX (Grupamento Operativo Fuzileiros Navais - RIO IX), empregou militares com experiência em Missões de Paz no Haiti e nas demais operaçãoes de apoio à Secretaria de Segurança do Governo do Estado do Rio de Janeiro (Complexo da Vila Cruzeiro e Morro do Alemão, Complexo de São Carlos, Morro da Mineira, Mangueira, Rocinha, Vidigal, Chácara do Céu, Chatuba de Mesquita, Manguinhos e Jacarezinho, comunidades da Barreira do Vasco e do Caju, além do Complexo do Lins).
 
Serão utilizadas cinco Viaturas Blindadas sobre Lagartas M-113, seis Carros Lagarta Anfíbio (CLAnf) e dez Viaturas Blindadas sobre rodas PIRANHA IIIC para garantir a mobilidade das Forças Policiais em todas as comunidades do Complexo.
 
 Viaturas Blindadas empregadas:
 
- Carro Lagarta Anfíbio (CLAnf)
 
Os CLAnf, de fabricação norte americana, pesam cerca de 23 toneladas e tem capacidade para transportar até 25 militares armados e equipados para realizar operações anfíbias. Para a autodefesa do pessoal e do Carro, empregam uma Metralhadora calibre .50 e uma Metralhadora Lançadora de Granadas MK-19, de calibre 40 mm. Além da sua capacidade de deslocar-se na água, a partir dos Navios Anfíbios da MARINHA DO BRASIL, pode deslocar-se em terra com uma velocidade de até 72,4 km/h. Tem autonomia de cerca de 483km em terra e de 7h em água.
 
- Viatura Blindada sobre Lagarta M-113 MB1
 
As Viaturas M-113 MB1, de fabricação norte-americana, é um carro consagrado pelas atividades desempenhadas em todos os Continentes. Pesam cerca de 12,5 toneladas e transportam até 13 militares armados e equipados. O armamento para autodefesa do carro e do pessoal é uma metralhadora capaz de comportar diferentes calibres. O calibre utilizado nesta operação é o 5,56 mm. Sua velocidade máxima é de até 75 km/h e possui autonomia de 500Km. Todas estas viaturas foram modernizadas pelo Centro Tecnológico do Corpo de Fuzileiros Navais (CTecFN).
 
- Viatura Blindadas sobre rodas PIRANHA IIIC
 
De fabricação suíça, as Viaturas PIRANHA IIIC pesam 18,5 toneladas e transportam até 13 militares armados e equipados. Possui autonomia de 700Km e utiliza para a sua autodefesa uma metralhadora capaz de comportar diferentes calibres. O calibre utilizado nesta operação é o 5,56 mm. Além de sua característica anfíbia, pode desenvolver em terra velocidade superior a 100 km/h e é capaz de manter sua capacidade operativa mesmo que todos os seus 08 pneus estejam furados