COBERTURA ESPECIAL - CCT - Naval

10 de Março, 2020 - 17:00 ( Brasília )

CCT- Prefeito garante mais de uma década de desenvolvimento para Itajaís/SC

Para prefeito Volnei Morastoni: "Construção das fragatas vai proporcionar a Itajaí mais de uma década de crescimento"


Dagmara Spautz
Site NSC Total
06 Março 2020

 

O prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni (MDB), acompanhou na quinta-feira (5) a assinatura de contrato entre a Marinha do Brasil e o consórcio Águas Azuis, para construção de navios militares. A cidade foi a escolhida para sediar o projeto, que vai até 2028.

A primeira boa notícia foi o upgrade do contrato. A licitação previa a construção de corvetas, mas a Marinha optou por fragatas - uma classe de embarcação acima. Isso elevou o custo do projeto para R$ 9,1 bilhões.

Em entrevista à coluna, Volnei falou sobre a expectativa de ganho econômico e a projeção de crescimento para cidade e a região.
 
O que o projeto das fragatas representa para a economia de Itajaí?

O projeto do consórcio Águas Azuis representa um importante marco para a economia itajaiense. Um investimento hoje superior a R$ 9 bilhões, sendo que boa parte desses recursos ficarão em Itajaí. Além disso, acreditamos que os cerca de oito mil empregos gerados nos próximos anos com a construção dos navios da Marinha, sendo dois mil empregos diretos, deverão ser preenchidos pela mão de obra qualificada do nosso povo. Com isso, seremos referência também na construção naval para embarcações de defesa, fortalecendo ainda mais nosso tripé econômico do porto, pesca e construção naval.

 Há perspectiva de novos projetos semelhantes?

Nossa expectativa é que o contrato de 10 anos seja estendido e que a Marinha do Brasil solicite novos trabalhos em Itajaí. Queremos atrair outros investimentos de dentro e de fora do país e, em médio e longo prazo, nos tornamos mais do que um polo náutico e de construção naval, mas também uma referência nas embarcações de defesa no Brasil e em todo o hemisfério sul.
 
 A construção das fragatas já trouxe novas empresas à cidade? Isso pode ocorrer?

Já temos a confirmação de que a Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), pertencente à Marinha do Brasil, se instalará em Itajaí para acompanhar mais de perto o andamento do projeto. Estamos confiantes, já existem algumas conversas e a nossa expectativa é que outras empresas ligadas ao ramo, ao desenvolvimento e à produção de tecnologia e produtos de defesa também venham para nossa cidade. A construção das fragatas vai proporcionar a Itajaí mais de uma década de crescimento e queremos integrar toda essa tecnologia em nosso centro de inovação para projetar e produzir cada vez mais. Esse crescimento constante do município, com a recuperação portuária e agora com o impulsionamento da construção naval, trará ainda mais renda e qualidade de vida aos nossos cidadãos.


VEJA MAIS