COBERTURA ESPECIAL - Brasil - China - Aviação

21 de Setembro, 2011 - 10:58 ( Brasília )

EMBRAER - Estimativas para o Mercado de Aviação Regional Chinês para 2011-2030

Empresa prevê a entrega de 975 novos jatos regionais nos próximos 20 anos na China

São José dos Campos, 21 de setembro de 2011 – A Embraer anunciou suas estimativas para o mercado de aviação regional chinês para o período 2011-2030 em uma conferência de imprensa realizada hoje em Beijing, China, no primeiro dia da 14ª Exposição de Aviação de Beijing, que acontece de 21 a 24 de setembro.

O relatório indica que a aviação mundial mostrou sinais de recuperação em 2010, após a crise econômica de 2008, com a China se destacando como um dos mercados de transporte aéreo mais importantes e com crescimento mais rápido. Alinhado com a expansão da economia e do mercado de aviação chineses, a Embraer prevê a entrega de 975 novos jatos regionais para os próximos 20 anos: 15 com 30 a 60 assentos, 440 com 61 a 90 assentos e 520 com 91 a 120 assentos, o que representa cerca de 13% da demanda global.

“A China possui uma das economias que mais cresce no mundo, o que estimula o forte desenvolvimento do mercado de aviação. Após mais de dez anos de dedicação, a Embraer é hoje o maior fornecedor de aeronaves de até 120 assentos neste país. Temos plena confiança que as aeronaves comerciais da Embraer, que possuem versatilidade de configurações internas e podem ser utilizadas em diferentes modelos de negócios, atenderão às demandas deste mercado. Enquanto isso, também continuaremos melhorando os nossos serviços e o suporte ao cliente na região”,afirmou Guan Dongyuan, Presidente da Embraer China.

O estudo traz ainda uma análise detalhada de como a aviação regional transformará a economia e a conectividade da Região Autônoma de Xinjiang Uyghur, onde dois operadores chineses de E-Jets utilizam frotas com aeronaves EMBRAER 190, demonstrando a capacidade dos E-Jets de explorar o enorme potencial desta região, que poderá ser um marco no desenvolvimento do transporte aéreo em outras regiões da China.

As companhias aéreas na China já reconheceram o sucesso das aeronaves comerciais da Embraer. No primeiro semestre de 2011, a Embraer deu as boas-vindas a duas companhias aéreas chinesas como clientes de E-Jets: a China Southern Airlines e a Hebei Airlines. Desde a entrega da primeira aeronave neste mercado, em 2000, a Empresa entregou cerca de 90 jatos comerciais para esta região, o que representa mais de 70% das aeronaves com até 120 assentos no mercado chinês.

O relatório completo denominado Embraer China Market Outlook 2011-2030 está disponível no site www.embraer.com.br.



Outras coberturas especiais


US

US

Última atualização 22 NOV, 10:40

MAIS LIDAS

Brasil - China