COBERTURA ESPECIAL - Brasil - EUA - Geopolítica

06 de Março, 2020 - 17:30 ( Brasília )

BR-US: Brasil e Estados Unidos: Parceiros para um Hemisfério Próspero




A relação Brasil-EUA está mais forte do que nunca. O presidente Jair Bolsonaro visitará à Flórida de 7 a 10 de março e o presidente Trump o receberá em Mar-a-Lago. A parceria Brasil-EUA é fundamental para a visão do presidente Trump de alcançar um Hemisfério Ocidental livre e democrático, onde a prosperidade econômica possa florescer por toda parte, e essa visita permite que nossos países avancem esses interesses compartilhados.
 

LAÇOS ECONÔMICOS BRASIL-EUA PROMOVEM PROSPERIDADE PARA AMBAS AS NAÇÕES

 
Como as duas maiores economias do Hemisfério Ocidental, o Brasil e os Estados Unidos compartilham uma relação comercial bilateral avaliada em mais de US$ 100 bilhões, e os Estados Unidos são o maior parceiro comercial do Brasil em bens de valor agregado. Nossa relação econômica está enraizada em princípios de comércio justo, liberalização do comércio e concorrência saudável. Ambos os países compartilham a visão de expansão do comércio bilateral e investimento, com o objetivo de facilitar a transferência de bens e serviços de forma segura e sustentável. Desde que os presidentes Trump e Bolsonaro se encontraram pela última vez em março de 2019, ambos os países têm tomado ações concretas para promover a prosperidade:
 

-   Os EUA apoiam um convite imediato da OCDE para que o Brasil inicie o processo de adesão. 

-   O Brasil ratificou o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (TSA) para apoiar o lançamento de satélites e veículos espaciais licenciados pelos EUA do Centro Espacial de Alcântara no Brasil.

-   O Fundo de Biodiversidade de Althelia (ABF), cujo desenvolvimento foi apoiado pela USAID, foi oficialmente lançado e tem como meta arrecadar US$ 100 milhões para “investimentos de impacto” em empresas de conservação com sede na Amazônia.

-   O Brasil ampliou o acesso ao seu mercado de trigo ao estabelecer uma cota de 750.000 toneladas de isenção de impostos para trigo importado.

- Facilitamos as viagens entre os EUA e o Brasil.  Os EUA lançaram o programa piloto DHS Trusted Traveler Global Entry e o Brasil isentou os cidadãos norte-americanos das exigências de visto de turista, economizando dezenas de milhões de dólares aos  turistas e viajantes a negócios dos EUA e levando a um aumento de 39% de viajantes norte-americanos para o Brasil desde a implementação.

- O número de brasileiros estudando nos EUA aumentou quase 12% em 2018 e 10% em 2019, tornando o Brasil o nonoº maior emissor de estudantes estrangeiros para os EUA. O número de estudantes norte-americanos estudando  no Brasil aumentou mais de 29% em 2019.

- Os EUA e o Brasil realizaram o Diálogo Comercial Brasil-EUA em setembro de 2019, retomaram o Fórum CEO Brasil-EUA em novembro de 2019 e lançaram o novo Fórum de Energia Brasil-EUA em fevereiro de 2020 com participação do setor privado.

- Nossos países estão aumentando a cooperação no financiamento de projetos de infraestrutura, inclusive com a iniciativa Growth in the Americas.

 
 
NOSSA PARCERIA PROMOVE A DEMOCRACIA NA REGIÃO

 
Como as duas maiores democracias do hemisfério, estamos aprofundando nossa cooperação para promover os direitos humanos e a democracia em toda a região. Os EUA aplaudem o Brasil por sua liderança no apoio à restauração da democracia e ao fim da crise  humanitária na Venezuela, bem como pelo firme apoio do Brasil à democracia na Bolívia e Nicarágua.   

 

- O Brasil impôs uma proibição de viagem a 130 ex-funcionários corruptos do regime de Maduro e, em 5 de março, anunciou que está retirando diplomatas brasileiros da Venezuela.

- O programa brasileiro de acolhimento e integração de venezuelanos vulneráveis, a Operação Acolhida, é um modelo para a região.

- Desde o ano fiscal de 2017, os EUA forneceram US$ 46 milhões (dos quais quase US$ 42 milhões são destinados para assistência humanitária) para apoiar os esforços do Brasil com o objetivo de fornecer serviços para migrantes e refugiados venezuelanos vulneráveis.

 

ESTADOS UNIDOS E BRASIL COOPERAM EM SEGURANÇA NO HEMISFÉRIO

 
Os EUA e o Brasil compartilham uma cooperação de longa data em questões de segurança e nossa cooperação em defesa está no nível mais forte que já esteve em muitos anos.  Estamos expandindo nossa colaboração para enfrentar desafios como tráfico de narcóticos e armas, terrorismo, crimes cibernéticos e lavagem de dinheiro.

 
- O presidente Trump designou o Brasil como aliado extra- OTAN em julho de 2019, abrindo novas oportunidades para a cooperação em defesa. 

- Os Estados Unidos sediaram o plenário do Fórum Permanente de Segurança Brasil-EUA em outubro de 2019

- Os EUA e o Brasil estão trabalhando para agendar um diálogo de nível técnico de manutenção da paz cujo objetivo é identificar oportunidades de construção colaborativa da capacidade de países terceiros implantar efetivamente forças de manutenção da paz.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Especial Terror

Especial Terror

Última atualização 07 ABR, 13:10

MAIS LIDAS

Brasil - EUA