COBERTURA ESPECIAL - Brasil - Rússia - Tecnologia

19 de Fevereiro, 2013 - 19:00 ( Brasília )

GLONASS - UnB recebe estação do sistema russo

RSS, a corporação espacial russa lançou o Sistema de Correção Diferencial e Monitoramento (SCDM) do GLONASS, no dia 19 de fevereiro, em Brasília

Com fotos exclusivas de Cristiano Costa
/ Correspondente DefesaNet

 

A Agência Espacial Russa – Roscosmos inaugurou uma estação do Sistema de Monitoramento e Correção Diferenciada integrando o Sistema de Navegação Global por Satélite (GLONASS), na terça-feira (19FEV13). O evento, contou com a presença de autoridades brasileiras e russas, foi no prédio do Centro de Processamento de Dados (CPD) do Campus  Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília (UnB).
 
Esta estação, a primeira montada fora da Rússia, é um importante componente para a redução do erro de posicionamento do GLONASS – Sistema de Navegação Global por Satélite –, que proporciona com eficiência um serviço mundial de navegação em tempo real e serviços de tempo de atualização do posicionamento para um ilimitado número de usuários na terra, no mar, no ar e no espaço, semelhante ao Sistema Posicionamento Global (GPS). A instalação da base na UnB beneficiará pesquisas na área aeroespacial, desenvolvidas nos laboratórios de Automação e Robótica (LARA) e de Engenharia Biomédica (LAB) da universidade
.

Presentes ao evento as seguintes autoridades:

Andrey Chimiris - Diretor Geral da JSC
Sergey Saveliev - Vice Chefe da ROSCOSMOS
José Raimundo Coelho - Presidente da AEB
Sônia Nair Báo - Vice-Reitora em Exercício da Reitoria da UnB
Icaro Santos - Coordenador da Estação GLONASS na UnB


O sistema de satélite Russo GLONASS, da Agência Espacial Federal Russa (Roscosmos) e da JSC "Sistemas Espaciais da Rússia" (RSS), é um dos dois sistemas operacionais utilizados atualmente e adquiriu a sua própria estação de correção no Brasil.

O Sistema de Correção Diferencial e Monitoramento (SCDM) do GLONASS, é uma estação de terra colocada previamente na capital federal. Esta estação será o primeiro ponto da correção do hemisfério ocidental e o sistema GLONASS irá melhorar significativamente a precisão do sinal de navegação.
 
SCDM é um dos adicionais ao sistema GLONASS que ajuda a produzir a precisão do medidor. Estas estações na Rússia fornecem um posicionamento preciso no Hemisfério Norte. Para melhorar a precisão do sistema GLONASS no Hemisfério Ocidental foi necessário construir mais estações, como a implantação da estação localizada no Brasil.
 
O sistema GLONASS, em suas utilizações civis, é projetado para formar um campo contínuo de sinais de navegação, com coordenadas altamente precisas e informações de velocidade de quaisquer objetos que se movam, equipados com os receptores do sistema. Além disso, o sistema fornece uma solução para os interesses de segurança da Rússia.
 
 
GLONASS
 
O Sistema Global de Navegação por Satélite (GLONASS) da Rússia é um dos dois sistemas globais de navegação por satélite que operam atualmente. A base do sistema é formada por 24 satélites que se movem em posição geoestacionária ao redor daTerra.
 
 
JSC "Sistemas Espaciais da Rússia”, www.spacecorp.ru
 
JSC "Sistemas Espaciais da Rússia" – a empresa líder da indústria espacial, especializada em desenvolvimento, fabricação, supervisão de projeto e operação de sistemas de informações espaciais.

Atividades principais: criação, desenvolvimento e utilização adequada do sistema global de navegação por satélite do sistema espacial GLONASS de busca e salvamento; geodésia; apoio meteorológico; comunicações e retransmissão; apoio eletrônico na pesquisa espacial; instrumentos de bordo e sistemas de espaçonaves e civisespeciais; receptores de terra e processamento de imagens de sensoriamento remoto; controle automatizado de veículos espaciais; veículos lançadores e estágios superiores; sistemas de medição de polígonos; sistemas de informação de gestão; medição; recursos de monitoramento e objetos.



Outras coberturas especiais


ESGE

ESGE

Última atualização 21 OUT, 13:00

MAIS LIDAS

Brasil - Rússia