COBERTURA ESPECIAL - Brasil - Rússia

14 de Dezembro, 2012 - 21:21 ( Brasília )

Brasil e Rússia declaram interesse em estreitar parceria na área de defesa


Nota DefesaNet - Para a íntegra do: Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da Federação da Rússia sobre Cooperação em Defesa Link
 
Brasília, 14/12/2012 – Em comunicado conjunto divulgado hoje em Moscou, a presidenta Dilma Rousseff e o presidente da Federação da Rússia, Vladimir Putin, manifestaram o interesse em reforçar a parceria entre os dois países na área de defesa. No encontro, ficou acertado que uma delegação brasileira, composta por militares e empresários da indústria de defesa, visitará a capital da Rússia já no início de 2013 para tratar de temas referentes à cooperação bilateral.

“Os dois presidentes congratularam-se pela assinatura do Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da Federação da Rússia de Cooperação em Defesa. Nesse contexto, concordaram em aprofundar a cooperação no marco desse acordo, dedicando particular prioridade à área de desenvolvimento tecnológico. Nesse sentido, reiteraram a importância de desenvolver cooperação de longo prazo, com base no princípio da transferência de tecnologia, no estabelecimento de parcerias industriais e em programas de formação de pessoal. Nesse contexto, as Partes destacaram a potencialidade da cooperação no setor de defesa antiaérea. Missão brasileira do Ministério da Defesa, com participação empresarial, visitará a Rússia muito proximamente, com esse objetivo”, diz a declaração conjunta.

Dilma e Putin também reiteraram que a “cooperação econômica e comercial é parte importante da parceria estratégica bilateral” e, nesse sentido, “destacaram o compromisso de trabalhar para, no curto prazo, elevar o intercâmbio comercial bilateral à cifra de US$ 10 bilhões anuais”.

O documento informa que “os dois governos tomarão as medidas necessárias para identificar e incentivar o desenvolvimento de novas áreas de cooperação comercial em benefício mútuo; para garantir perfil mais equilibrado e dinâmico ao comércio; para diversificar e aperfeiçoar a pauta comercial, por meio do aumento da participação de artigos de maior valor agregado, especialmente os relacionados a setores de alta tecnologia; para intensificar contatos entre grupos empresariais brasileiros e russos, de modo a explorar eventuais complementaridades produtivas e a possibilidade de atuar conjuntamente em terceiros países”.

O ministro da Defesa, Celso Amorim, integrou a comitiva da presidenta Dilma durante a visita à França e à Rússia nesta semana. A previsão é que a delegação brasileira chegue à capital federal neste fim de semana.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


ESGE

ESGE

Última atualização 21 OUT, 13:00

MAIS LIDAS

Brasil - Rússia