COBERTURA ESPECIAL - Brasil - Argentina - Defesa

28 de Janeiro, 2015 - 10:28 ( Brasília )

Argentina – China aniquila perspectivas de parcerias de defesa do Brasil

Argentina fecha acordos de defesa com a China e afasta Brasil. Primeiro alvo foi o blindado Guarani


Nelson Düring
Editor-Chefe DefesaNet


O  ministro de Defesa da Argentina, Agustín Rossi recebeu uma delegação da República Popular da China, no dia 23 de Janeiro,  para tratarem  sobre temas relacionados à produção para  defesa,nas vésperas da visita que realizará a Presidente Cristina Kirchner ao país asiático em Fevereiro.
 
Durante o encontro, que ocorreu na sede do Ministério da Defesa, Edificio Libertador, em Buenos Aires, a delegação da China liderada pela diretora do Departamento de Comércio Militar e Assuntos Exteriores, Zhan Chunli, ambos países avançaram sobre temas relacionados sobre a produção para a defesa no contexto da Aliança Estratégica entre ambos países.
 

Guarani Primeiro Alvo


Ambas as delegações acordaram em assinar um convenio para a produção de veículos blindados, que serão destinados à Força Binacional de Paz “Cruz del Sur”, em  Beijing no próximo mês, durante a missão comercial,  que será liderada pela chefe de Estado argentina.
 
Isto fecha a porta para que a Argentina participe do Programa da VBTP-MR Guarani, do qual mais de 100, de um total previsto de 2044, já foram entregues ao Exército Brasileiro. O Guarani já foi testado pelo Ejército Argentino.

 

Em 1 º Novembro de 2012 o Exérctio Brasileiro emprestou uma viatura Guarani ao Exército Argentino para testes por um período de 40 dias. Foto - EB

 

Um lote de 16 viaturas chegou a ser negociado entre os dois países, porém nunca foi efetivado pela Argentina. Em conversa com o editor de DefesaNet, oficiais argentinos mostraram restrição, pela solução adotada de propulsão 6x6, para a versão de transporte de tropas. Como a versão 8x8, Viatura Blindada Reconhecimento – Média de Rodas (VBR-MR), ainda não foi viabilizada os argentinos optaram pelos chineses. Pesou certamente o aporte de créditos facilitados por parte dos chineses.
 

O Ministério da Defesa argentino, através do ministro Agustín Rossi, afirma que uma das negociações em andamento é a que trata da aquisição de um número ainda não especificado de blindados, mas que podem chegar às centenas. O modelo que está sendo avaliados é o VN-1, que foi adquirido recentemente pela Infantaria Naval da Venezuela.

Fabricado pela chinesa Norinco, o VN-1 possui tração 8x8, versão desejada pelo Exército Argentino. A informação é que os modelos a serem comprados receberiam peças produzidas no país vizinho, e uma possível planta de montagem no país não está descartada.

Norinco VN-1

 

O Norinco VN-1, designaçção de exportação do ZBL-09.


O blindado chinês é equipado com o motor movido a diesel Deutz, com 440 cv de potência. O modelo é anfíbio, por tanto, está apto a realizar passagens sobre rios, lagos e mares.

Outros Programas

Foi projetado um acordo entre os dois países pela Administração Estatal de Ciência, Tecnologia e Produção para Defesa da República Popular da China e a Secretaría de Ciencia y Tecnología del Ministerio de Defensa da Argentina, para ser assinado em Fevereiro.
 
Foram também tratados vários programas de defesa, entre eles:

- Fabricação  conjunta de um navio polar;
- Aqusição de hospitais móveis para emergencias;
- A ampliação das Fábricas de Componentes Químicos em Rio Tercero, Córdoba, e,
- Navios de Patrulha Oceânicos  Classe OPV.

O KC-390

O mais ambicioso projeto da indústria aeroespacial da Argentina é a participação da nacionalizada Fabrica Argentina de Aviones (FAdeA) no programa da Aeronave Multimissão de Transporte EMBRAER KC-390.

Para isto a FAdeA tem investido em novas capacidades e treinamento de engenheiros e técnicos em estruturas de material composto nas instalações da Planta Brigadeiro San Martín S.A, Córdoba. Grande delegação da Argentina liderada pelo Ministro Rossi esteve presente ao roll-out do KC-390 em Outubro de 2014, na planta de Gavião Peixoto da EMBRAER.
 
Participaram da reunião pela Argentina o secretário de Ciência, Tecnologia e Produção para Defesa, Santiago Rodríguez; o subsecretário para Asuntos Internacionais, Roberto De Luise; a subsecretária do Serviço Logístico para a Defesa, Lucía Kersul; o comandante operacional da EMCO, Ricardo Cundom; o subchefe del EMCO, Emilio Infante; e o subchefe da Fuerza Aérea, Rodolfo Centurión.

Matérias Relacionadas


Argentina - China : Acordo isola Brasil  Link


Guarani - 100ª Viatura Entregue - (Atualizado) Link

Guarani - Novas capacidade com Proteção Link


Exército argentino negocia compra do blindado Guarani Link


 



Outras coberturas especiais


PF-PRF

PF-PRF

Última atualização 19 NOV, 12:30

MAIS LIDAS

Brasil - Argentina