COBERTURA ESPECIAL - Base Industrial Defesa - Defesa

18 de Setembro, 2019 - 13:50 ( Brasília )

SC Expo Defense - MD Gen Ex Azevedo abrirá o evento dia 27 Setembro

Feira apresenta potencial da indústria catarinense a representantes das Forças Armadas



Representantes do comando das Forças Armadas e do Ministério da Defesa participam nos próximos dias 27, 28 e 29 de setembro da primeira edição da SC Expo Defense – Feira de Tecnologias e Produtos de Defesa. Promovido pelo Centro das Indústrias do Estado de Santa Catarina (CIESC), entidade da FIESC, o evento ocorre na Base Aérea de Florianópolis e vai apresentar produtos e novas tecnologias da indústria e projetos estratégicos da Marinha, do Exército e da Aeronáutica que estão em andamento.

“A aproximação entre empresários e Forças Armadas vai possibilitar a troca de conhecimentos de lado a lado. O setor privado pode conhecer melhor as necessidades dos militares. Ao mesmo tempo, vale mostrar a representantes das Forças a qualidade dos produtos oferecidos pela indústria catarinense. Isso é importante para gerar parcerias e negócios”, diz o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar. Além da feira, com estandes de instituições de ensino, startups e indústrias de médio e grande porte de segmentos variados (metal mecânico, têxtil, de tecnologia, entre outros), o evento terá uma série de painéis na programação técnica paralela.

A abertura, no dia 27, será feita pelo Ministro da Defesa, General-de-Exército Fernando Azevedo e Silva. A programação vai incluir ainda, entre outros temas, a apresentação de projetos estratégicos da defesa, painel sobre internacionalização de empresas e atração de investimentos, discussão sobre o potencial da indústria da defesa brasileira e palestra sobre a economia do mar como instrumento de desenvolvimento do País.

A criação da SC Expo Defense é reflexo direto do trabalho do Comitê da Indústria de Defesa de Santa Catarina (COMDEFESA), criado pela FIESC em 2016 para aproximar a indústria catarinense das Forças Armadas e promover oportunidades de negócios e o desenvolvimento do setor.

Em três anos já foram realizadas 59 reuniões entre setores industriais e órgãos militares. “Não existe defesa nacional sem a participação da indústria local”, diz o presidente do COMDEFESA, Cesar Olsen. 




Outras coberturas especiais


Crise

Crise

Última atualização 15 OUT, 11:10

MAIS LIDAS

Base Industrial Defesa