COBERTURA ESPECIAL - Base Industrial Defesa - Terrestre

18 de Junho, 2019 - 15:00 ( Brasília )

ABDI - Projeto Uniforme Inteligente

Inédito Programa do Uniforme Inteligente está gerando retornos e excepcionais. Parceria entre ABDI e outras entidades com as Forças Armadas Brasileiras



Em Novembro de 2018 a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) lançou um inédito edital de um concurso para a aquisição de três protótipos de uniformes inteligentes, que deveriam ser compostos por camiseta manga curta, meias, cinto, gandola camuflada e calça camuflada de combate.

O presidente da ABDI, Guto Ferreira, explicava que um dos objetivos do concurso era de contribuir com o processo de inovação da Defesa Brasileira, por meio da incorporação de tecnologias que atendam às necessidades das forças operacionais e, ao mesmo tempo, promover a competitividade da indústria têxtil.

Nem o presidente da ABDI ou o então chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército (DCT) e agora Comandante da Força Terrestre o General-de-Exército Edson Leal Pujol imaginavam a revolução que estavam iniciando.  

Com o objetivo de trazer para as forças terrestres um Uniforme Inteligente com vistas a atender ao mercado nacional e internacional, incluindo a possibilidade de aplicação dual, mediante a incorporação de tecnologias inovadoras em design, produtos têxteis, novos materiais e eletrônica embarcada.

O chamado “uniforme inteligente” integraria o Projeto Combatente Brasileiro (COBRA), Soldado do Futuro, um Sistema que contempla três necessidades fundamentais do combatente moderno: a LETALIDADE, o COMANDO E CONTROLE e a SOBREVIVÊNCIA.  Assim como é foco nos principais programas chamados Soldados do Futuro desenvolvidos em outros países: FELIN (França) ou o RATNIK (Rússia), etc.

O uniforme inteligente agregará outras performances como, tais como CONFORTO e ANÁLISE das CONDIÇÔES AMBIENTAIS e MONITORAMENTO dos SINAIS VITAIS do Combatente.

Um único item colocado no contexto histórico:

 

MEIAS – Segundo relatos históricos com a situação crítica da guarnição argentina nas Malvinas/Falklands o Presidente Leopoldo Galtieri perguntou ao General Benjamin Menendez o que ele precisava de forma urgente. Para surpresa de Galtieri, Menendez pediu meias, pois seus soldados estavam sofrendo do “pé de trincheira”   

O Uniforme inteligente prevê para as meias os seguintes resultados: Efeito anti-inflamatório, analgésico e ativador da circulação.   Funções obtidas através de nanopartículas funcionais e biodegradáveis, com arnica montana e óleo essencial de palmarosa, bétula doce e vetiver.


Os dados e entidades participantes do Projeto Uniforme Inteligente seguem abaixo. Segundo a ABDI o edital de aquisição deverá ser lançado em julho de 2019. Os uniformes serão testados em vários ambientes e com diferentes tropas para avaliar a performance e aclimatação às demandas dos usuários.

É previsto que a Força do Exército Brasileiro que participará da Operação Culminating, nos Estados Unidos, em 2020, já esteja com o novo uniforme.

A ABDI fará uma apresentação do Projeto Uniforme Inteligente durante o evento CSTM, 24-27 Junho 2019, Brasília DF.

 

Arte ABDI


Projeto Uniforme Inteligente

 
Objetivo Geral

Contribuir para a capacitação produtiva e tecnológica da Base Industrial de Defesa Brasileira nos segmentos de produtos têxteis e confecções, bem como para incorporação de tecnologias de informações e comunicações (TIC) em uniformes para uso pelas Forças Armadas e de Segurança.

 
Objetivos Específicos

•       Adquirir lote piloto de uniforme tecnológico que agregue as seguintes funcionalidades:

-  Propriedades físico-químicas avançadas nos tecidos;
-  Soluções de gadgets baseadas em tecnologias eletrônicas.

•       Testar o uniforme tecnológico em ambiente relevante.
•       Incentivar o escalonamento de aplicações militares e duais, com foco nos mercados nacional e internacional. 

 

Etapas Previstas


Dezembro de 2019: 1ª Versão do Lote Piloto do Uniforme Inteligente
(Subsistema 1: Especificações do COBRA + Funcionalidades Físico-Químicas/nanotecnologia aplicadas ao tecido)
 
Maio 2020: 2ª Versão do Lote Piloto, com as modificações propostas após o teste em ambiente relevante.
 
Agosto de 2020: Versão Final do Lote Piloto do Uniforme Inteligente (Subsistema 2: Subsistema 1 + Funcionalidades Eletrônicas/gadgets)
 
 

Funcionalidades Físico-Químicas do tecido Nyco




Funcionalidade Objetivos
Frescor Atuar como refrescante, gerando conforto e confiança ao usuário
Controle térmico por meio de  Phase Change Material Promover conforto térmico, funcionando como um isolante térmico e agente de troca térmica
Ação Hidratante Promover hidratação, maciez e bem-estar no corpo
Melhoria da circulação sanguínea Melhorar o processo circulatório e aliviar as dores nos pés dos usuários
Alívio de dor e Redução da fadiga Garantir recuperação rápida dos agentes após sua rotina diária, promovendo descanso sem fadiga ou dores
Repelente Garantir a proteção dos profssionais em regiões com grande quantidade de mosquitos, proporcionando tranquilidade e segurança
Repelência à água Proporcionar menor absorção de água pelo tecido
Ação antimicrobiana Agir como conservante natural, ação antimicrobiana e antiodores, proporcionando tranquilidade e confiança
Proteção UV-A e UV-B Agir como proteção contra radiação ultra-violeta
 

Funcionalidades Eletrônicas – Gadgets


1. Aferição de temperatura, batimento cardíaco, oxigenação sanguínea
2. Detecção de gases nocivos no ambiente
3. Transmissão dos dados para o Comando da Tropa
4. Integração às soluções tecnológicas já desenvolvidas pela Imbel (rádio e computador operacionais)
5. Utilização da Body Area Network (BAN)
 
Parceiros do Projeto:

  1. Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial - ABDI (Coordenadora da Força Tarefa)
  2. Ministério da Defesa
  3. Exército Brasileiro
  4. Marinha do Brasil – Fuzileiros Navais
  5. Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC
  6. Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecções - ABIT
  7. Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil – SENAI/CETIQT
  8. Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico / Universidade de São Paulo - LSITEC-USP
  9. Instituto Federal Fluminense - IFF
 
O edital de aquisição deverá ser lançado em julho de 2019.


Materia Relacionada



ABDI - Forças operacionais terão uniformes inteligentes

O Exército Brasileiro deverá dar um importante salto tecnológico na indumentária da tropa, a partir de 2019. A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) lançou o edital de concurso para a ...

Base Industrial Defesa - 01 NOV 2018



VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Crise

Crise

Última atualização 15 JUL, 12:00

MAIS LIDAS

Base Industrial Defesa

1
11 JUL, 01:50

SEPROD visita a AGRALE