COBERTURA ESPECIAL - Base Industrial Defesa - Tecnologia

27 de Junho, 2018 - 09:50 ( Brasília )

IACIT apresenta a solução de proteção contra drones durante a Ridex/Mostra BID Brasil

Sistema conta com versões civil e militar, para Defesa, Segurança Pública e Segurança Privada

O mercado de drones cresce a cada ano no Brasil. Segundo dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), em maio deste ano havia mais de 42 mil drones registrados no órgão. Desse total, 35,9% são usados profissionalmente e o restante é de uso recreativo. Porém, estima-se que apenas 30% dos drones no Brasil sejam registrados, segundo especialistas.

A falta de fiscalização faz com que esses aparelhos sejam usados em desacordo com a legislação, colocando em risco a segurança da população e de empresas. O uso de drones é proibido, por exemplo, próximo a aeroportos, presídios e instalações de segurança.

Além disso, o aparelho deve manter distância mínima de 30 metros de pessoas e deve pousar em locais próprios para esse fim. Para evitar que drones sejam usados para roubo de informações sigilosas em áreas restritas, a IACIT desenvolveu uma nova versão do bloqueador de drones para uso nas áreas de segurança pública e por empresas privadas – o DRONEBlocker 0200.

Essa novidade será apresentada durante a Ridex/ Mostra BID Brasil, que acontece de 27 a 29 de junho, no Rio de Janeiro (RJ). No estande da IACIT, o visitante poderá ver uma simulação das funcionalidades do sistema, que exemplificará como o sistema de identificação e bloqueio de drones invasores opera.



O DRONEBlocker 0200 é compacto comparado à versão anterior (0100) e pode ser operado de forma fixa ou portátil, sendo ideal para a proteção de áreas que requerem cuidados específicos, como sigilo industrial e tecnológico, sendo capaz de bloquear drones invasores mesmo a longas distâncias.

Seu uso evita que informações sigilosas e rotinas empresariais por exemplo, sejam usadas por criminosos, combatendo a espionagem industrial e gravação e transmissão de imagens e informações não autorizadas. A primeira experiência com o uso do DRONEBlocker foi durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, quando o Exército Brasileiro utilizou com sucesso a solução junto aos complexos esportivos.

O sistema também já foi utilizado para garantir a privacidade em eventos privados e a empresa já exportou o DRONEBlocker para países da América Latina.



Outras coberturas especiais


Aviação do Exército

Aviação do Exército

Última atualização 15 OUT, 11:45

MAIS LIDAS

Base Industrial Defesa