COBERTURA ESPECIAL - Base Industrial Defesa - Defesa

20 de Abril, 2016 - 10:50 ( Brasília )

Seprod projeta reorganização da Base Industrial de Defesa


Lane Barreto


A secretária de Produtos de Defesa (Seprod), Perpétua Almeida, e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, traçaram parcerias para a reorganização da Base Industrial de Defesa (BID). Um convênio entre o Ministério da Defesa e BNDES está em elaboração e deverá tratar de acesso e garantias de financiamento, entre outras ações para o fortalecimento das empresas estratégicas do setor.

O encontro entre Perpétua e Coutinho aconteceu no último dia 12, durante a Feira Internacional de Segurança Pública e Corporativa - XI LAAD Security 2016, realizada entre 12 e 14 de abril, no Rio de Janeiro. “Em nossa reunião, delineamos o acordo que deve ser firmado entre o órgão e o Ministério da Defesa para que eles possam auxiliar a Seprod na reorganização da BID”, explicou Perpétua Almeida.

Durante o evento, a secretária Perpétua visitou os estandes de empresas, além de interagir com comandantes de órgãos de segurança pública e seus gestores. Ao longo de três dias, cerca de 90 expositores de 15 países apresentaram soluções em segurança pública para quase 10.000 visitantes de 22 países.

Segundo a secretária, das empresas brasileiras participantes, pelo menos dez delas também pertencem à área de defesa. “Avalio a feira de forma muito positiva, porque observei que, apesar do momento difícil enfrentado pelo país, as empresas estão muito animadas e possuímos um grande potencial tecnológico”, ressaltou.

Ainda sobre a Base Industrial de Defesa, a secretária destacou recente encontro com a advogada Regina Miki, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça (MJ), no qual foi estabelecida a criação de um Grupo de Trabalho (GT) para fortalecer a Base e dialogar com órgãos de segurança pública.

A secretária Perpétua explicou ainda que a instituição do GT também objetiva o ajuste de parcerias entre as pastas da Defesa e Justiça, a fim de facilitar a identificação do desenvolvimento de produtos e programas da indústria nacional que sirvam para ambas as áreas.

“Tanto na Copa do Mundo como agora nos Jogos Olímpicos, a defesa e a segurança trabalham juntas. Em nosso país, já existem muitos equipamentos e sistemas em comum utilizados pelas duas áreas”, exemplificou Perpétua.

 



Outras coberturas especiais


Argentina

Argentina

Última atualização 18 NOV, 13:30

MAIS LIDAS

Base Industrial Defesa