COBERTURA ESPECIAL - Base Industrial Defesa - Defesa

18 de Novembro, 2015 - 10:30 ( Brasília )

IAI no BRASIL: Sinônimo de Expansão e Iinvestimentos em novas Parcerias



Há décadas atuando na América do Sul, a Israel Aerospace Industries (IAI) tem o Brasil como um de seus principais mercados na região. Tanto, que a companhia decidiu abrir um escritório no país para ter maior proximidade com os clientes e fortalecer as relações comerciais.

Este foi o primeiro passo da estratégia de expansão da empresa israelense, que pretende ter uma base industrial no território nacional, bem como uma rede de apoio técnico para atender as necessidades locais. Dentro deste modelo, a empresa está aberta à transferência de tecnologia, tendo participação própria em algumas organizações e cooperação com outros parceiros estratégicos.
        
Desde que inaugurou seu escritório no Brasil, já fechou contrato de aquisição de participação com duas Empresas Estratégicas de Defesa (EED), IACIT – que atua na área de auxílios e controle da navegação aérea, radares, comunicação, optrônicos, C2 e contra medidas eletrônicas (Jammers), em 2013.

Em 2014, foi a vez da AVIONICS – presente no mercado de equipamentos aviônicos, engenharia e certificação, modificação de aeronaves (militares e civis), simuladores e VANT’s. “As vantagens de tal operação é a participação na indústria brasileira com uma estratégia de difundir nossas atividades e presença no país e na região (América do Sul)”, sendo a única empresa estrangeira a ter participação em duas EED’s”, comenta Henrique Gomes, CEO da IAI do Brasil.
        
Uma das principais conquistas da companhia no mercado nacional foi a concorrência do KC-X2 (aeronave de reabastecimento e de carga) para a Força Aérea Brasileira (FAB), um dos projetos estratégicos do governo brasileiro. Além deste, o executivo destaca a aquisição do VANT Heron 1 pela Polícia Federal.

Atualmente, as parcerias com a IACIT e a AVIONICS também estão rendendo bons frutos. Com a IACIT está trabalhando no desenvolvimento do radar Over-the-horizon, utilizado para vigilância marítima. Com base em tecnologia desenvolvida em cooperação com a ELTA (subsidiária da IAI), o radar está sendo instalado pela IACIT em uma base da Marinha do Brasil e entrará em teste de operação ainda este ano. Esta cooperação representou um grande ganho de tempo e de investimento na solução para a empresa nacional.
        
Com a AVIONICS está avançando no desenvolvimento do VANT Caçador, projetado para atender requisitos brasileiros específicos, únicos e avançados com seus interesses estratégicos especiais. “A produção será realizada no Brasil por uma indústria local. A AVIONICS já começou o processo de produção, manutenção e operação para a fabricação do Caçador. A sede operacional está localizada no aeroporto de Botucatu (SP)”, explica Gomes.   
        
A IAI continua analisando o mercado para outros potenciais parceiros e investimentos que poderão, inclusive, serem anunciados em 2015 e 2016. “Certamente que a crise atual passará em breve e o Brasil seguirá seu caminho de crescimento. Acreditamos no mercado e no potencial do país, portanto, nós continuaremos a investir. Já realizamos altos investimentos locais e neste momento temos centenas de empregos diretos na IACIT e na AVIONICS, e teremos muito mais com a implementação dos nossos projetos nessas companhias e com o KC-X2”, finaliza o CEO da IAI do Brasil.

 


Outras coberturas especiais


Argentina

Argentina

Última atualização 23 NOV, 16:40

MAIS LIDAS

Base Industrial Defesa