COBERTURA ESPECIAL - Base Industrial Defesa - Defesa

27 de Novembro, 2014 - 10:40 ( Brasília )

SAE ampliará apoio a projetos da Base Industrial de Defesa (BID)

Órgão do governo responsável por ajudar a Presidência da República na formulação de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento do país, a Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) passará a acompanhar mais de perto o andamento de projetos da BID

O assunto foi tratado nesta terça-feira (25) durante o Workshop Mapeamento da Base Industrial de Defesa Nacional, que reuniu representantes de diversos setores governamentais para debater os principais desafios enfrentados no processo de fortalecimento da área.

O diretor do Departamento de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa, brigadeiro José Euclides, explicou que o segmento gera conhecimento e difunde tecnologias por diversas áreas da cadeia produtiva nacional, o que se reflete de forma positiva para o fortalecimento da política industrial.

O brigadeiro ressaltou, no entanto, que o setor ainda esbarra em questões cruciais para assegurar seu crescimento. Entre eles, o fator orçamentário, que passa pela participação dos gastos em defesa em relação ao PIB (Produto Interno Bruto), a questão do financiamento e das exportações, já que o setor de defesa não sobrevive sem o comércio exterior.

O brigadeiro falou ainda sobre a importância de o governo investir em acordos de compensação que tragam benefícios ao país em diversos setores, além da Defesa. “Precisamos começar a traçar uma política de compensação. Não podemos ter uma visão só do Ministério da Defesa. Ao negociar grandes projetos do país, é preciso ter uma visão global dos negócios para utilizar o poder de compra", disse. "Uma tecnologia em defesa pode ser utilizada para a fabricação de equipamentos médicos de alta precisão", exemplificou o diretor.

O chefe de gabinete da SAE,  Alessandro Candeas, afirmou que fará um esforço dentro do governo para que esses assuntos tenham prosseguimento e ressaltou que o Plano Plurianual (PPA) é a ferramenta adequada para isso. “Precisamos passar do diagnóstico e da elaboração das políticas públicas para a execução. O PPA é o mecanismo para que a gente possa fazer isso de maneira coordenada”, disse.

Mapeamento da Base Industrial de Defesa

Durante o encontro, representantes da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) e do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) falaram sobre o levantamento que traçará um retrato completo do setor de indústria de defesa no país. O mapeamento da BID mostrará quantas e quais são as empresas do setor, seus principais produtos, objetivos, desafios e dificuldades.

“Nosso objetivo é conhecer para subsidiar a formulação de políticas públicas melhores para o setor”, explicou a coordenadora técnica do projeto no Ipea, Flavia Schmidt.



Outras coberturas especiais


Guerra Hibrida Brasil

Guerra Hibrida Brasil

Última atualização 24 SET, 20:30

MAIS LIDAS

Base Industrial Defesa