COBERTURA ESPECIAL - Base Industrial Defesa - Segurança

26 de Junho, 2013 - 14:02 ( Brasília )

EVENTOS - Tecnologias brasileiras despontam na segurança da Copa das Confederações

Soluções avançadas para o controle de tráfego aéreo podem ser vistas no Centro Aberto de Mídia, no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro


Nos bastidores da Copa das Confederações, primeiro dos grandes eventos esportivos que terão sede no Brasil, a tecnologia brasileira vem sendo um dos grandes destaques no quesito segurança de voo.

O público que visitar o Forte de Copacabana, até o dia 29 de junho, poderá conferir como funciona o sistema de controle de tráfego aéreo SAGITARIO (Sistema Avançado de Gerenciamento de Informações de Tráfego Aéreo e Relatórios de Interesse Operacional). Uma console do sistema será operada por um especialista em controle de tráfego aéreo, simulando a realidade dos grandes centros de controle aéreo do País.

Desenvolvido pela ATECH – do Grupo Embraer Defesa & Segurança - , em parceria com a Força Aérea Brasileira (FAB), o SAGITARIO é o novo sistema de controle de tráfego aéreo em operação no Brasil e já vem sendo utilizado no espaço aéreo das regiões de Brasília, Curitiba e Recife (CINDACTA I, II e III), respectivamente. O produto marca a evolução do controle padronizado no País, conhecido como Sistema de Tratamento e Visualização de Dados (STVD). Esta nova solução mostra avanços na comunicação, navegação e vigilância para o comando e o controle do tráfego aéreo nacional.

A tecnologia do SAGITARIO foi desenvolvida com a participação dos profissionais que atuam na linha de frente do controle de tráfego aéreo, os controladores, e segue as melhores práticas e recomendações existentes no mercado internacional, dentre eles os sistemas especificados pela Eurocontrol (Organização Européia para a Segurança da Navegação Aérea).

As informações meteorológicas também podem ser conferidas em tempo real no Centro Aberto de Mídia. Uma TV foi instalada no local e recebe dados em tempo real, vindos de um dos radares da FAB fabricado pela IACIT, empresa de São José dos Campos responsável pela modernização dos radares meteorológicos do Comando da Aeronáutica. O modelo dos radar é o RMT 0100DS e capta informações a um raio de 400 quilômetros de Petrópolis, onde está instalado, conseguindo prever eventos meteorológicos com antecedência de duas horas.
 
Esse tipo de equipamento monitora e proporciona informações para que ações sejam realizadas para evitar ocorrência de catástrofes em decorrência de eventos meteorológicos severos. A Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica tem como objetivo integrar os produtos meteorológicos voltados à aviação civil e militar, visando tornar o acesso a estas informações mais rápido, eficiente e seguro.


 



Outras coberturas especiais


PROSUPER

PROSUPER

Última atualização 12 DEZ, 16:30

MAIS LIDAS

Base Industrial Defesa