08 de Março, 2013 - 11:14 ( Brasília )

Aviação

FAB - Centro de Instrução da Aeronáutica recebe primeiras mulheres Oficiais Especialistas


A participação das mulheres na Força Aérea Brasileira (FAB) é cada vez maior. Pela primeira vez, o Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR) recebeu Sargentos mulheres para o Curso de Formação de Oficiais Especialistas (CFOE). Após formadas, elas poderão atingir o posto de Coronel da FAB.

As quatro graduadas iniciaram o curso em fevereiro, nas especialidades de Controle de Trafego Aéreo, Meteorologia e Suprimento Técnico. Elas foram aprovadas em concorrido exame de seleção, com 534 candidatos para 50 vagas, distribuídas em sete especialidades. A aluna Charlene Roberta Moreira, 29 anos, natural de Belém, foi a primeira colocada na especialidade de Controle de Trafego Aéreo (CTA). “Somos as pioneiras do CFOE e queremos servir de exemplo para as próximas que virão. Vamos nos dedicar muito e mostrar a nossa força e capacidade”, disse.

A aluna de Suprimento Técnico, Paula Renata dos Santos, de 31 anos, ressalta que está realizando um sonho. “Homens e mulheres têm a mesma capacidade, não há distinção, e o fato de estarmos aqui é a prova de como somos capazes”, afirma Paula.

Para se inscrever no CFOE, o militar da ativa, de ambos os sexos, deve ser aprovado no exame de seleção, e possuir, entre outros requisitos, ensino médio completo e, no mínimo, oito anos de serviço no Quadro de Suboficiais e Sargentos (QSS).

Durante o curso, as militares recebem instruções sobre Regulamentos e Conduta Militares, Armamento, Segurança no Trabalho, Gestão de Pessoas, Chefia e Liderança, Direito Humanitário Internacional, entre outras instruções específicas de cada área. As alunas do CFOE também realizam o Curso Superior de Tecnologia, reconhecido pelo MEC, na especialidade cursada. O CFOE busca formar Oficiais para o exercício da chefia na área técnica.

Após a conclusão do CFOE, as militares farão parte do quadro de Oficiais Especialistas, que abrange as especialidades de Aviões, Armamento, Comunicações, Controle de Tráfego Aéreo, Fotografia, Meteorologia e Suprimento Técnico.



Fonte: CIAAR/Agência Força Aérea