28 de Fevereiro, 2013 - 08:59 ( Brasília )

Aviação

Amorim diz que venda de aviões Super Tucano aos EUA é vitória da indústria nacional


O secretário de Defesa interino dos Estados Unidos, Ashton Carter, ligou há pouco para o ministro da Defesa, Celso Amorim, para comunicar que o consórcio brasileiro formado pela Embraer/Sierra Nevada Corporation foi o vencedor da licitação realizada pela Força Aérea norte-americana (USAF, na sigla em inglês) para aquisição de 20 aeronaves de ataque leve que serão utilizadas em apoio às forças que se encontram no Afeganistão.

O grupo brasileiro concorreu com o avião A-29 Super Tucano, no âmbito do programa LAS (Light Air Support), ou Apoio Aéreo Leve.

No telefonema, o secretário de Defesa parabenizou o governo brasileiro pelo resultado, ressaltando as qualidades do projeto desenvolvido pela indústria brasileira de defesa.

Amorim comunicou o fato à presidenta Dilma Rousseff, que expressou contentamento com mais uma demonstração da capacidade da indústria aeronáutica nacional.

O ministro da Defesa brasileiro classificou o resultado da concorrência como “uma grande vitória” para a indústria nacional. “Isso certamente vai abrir muitas novas portas para um projeto bem-sucedido, que já demonstrou ser exitoso no país e em outras partes do mundo”.