21 de Dezembro, 2012 - 11:38 ( Brasília )

Aviação

Peru compra 24 helicópteros para luta contra a guerrilha


O governo peruano avalia propostas da França, Rússia e Estados Unidos para adquirir uma frota de 24 helicópteros para as Forças Armadas, disse em 15 de dezembro o ministro da Defesa, Pedro Cateriano, após assistir à entrega de cinco helicópteros recondicionados para o uso do Exército na luta contra a guerrilha e o narcotráfico.

“Estamos em conversações para a aquisição de 24 novos helicópteros e existem três propostas”, disse o titular da Defesa aos jornalistas no encerramento da cerimônia militar.

Cateriano explicou que a compra será feita “através do mecanismo governo a governo: estamos avaliando propostas da França, Estados Unidos e Rússia”.

A compra será concretizada “depois que as Forças Armadas emitirem seu parecer técnico”, acrescentou o ministro, sem precisar a data em que isto ocorrerá.

O anúncio foi feito durante a entrega de quatro helicópteros MI-17 e um Agusta 109-K, que foram postos em funcionamento após terem permanecido inoperantes por dez anos, com um investimento aproximado de US$ 5 milhões, segundo o Ministério da Defesa.

O Peru é um dos maiores produtores mundiais de cocaína e folhas de coca, segundo dados do governo norte-americano e das Nações Unidas, respectivamente.

Há mais de uma década remanescentes da guerrilha do Sendero Luminoso se instalaram no vale dos rios Apurímac, Ene e Mantaro, onde se encontra a maior região de cultivo de coca do Peru, e onde este grupo atua aliado ao narcotráfico, de acordo com o governo peruano.