03 de Outubro, 2012 - 11:20 ( Brasília )

Aviação

Rússia - Centro de aviação será construído na região de Moscou


Um centro de aviação aparecerá em breve na região de Moscou. O Centro Nacional de Construção de Aviões será construído a 20 km da capital russa, perto da cidade de Jukovski, onde de dois em dois anos decorre o Salão Aeroespacial Internacional MAKS.

A nova cidade aparecerá nos próximos anos no litoral pitoresco do rio Moscou, num território de 1000 hectares. Em conformidade com a conceção urbanística elaborada por arquitetos do Bureau John Thompson and Partners da Inglaterra, os novos territórios serão divididos em três zonas: bairros residenciais confortáveis para 60 mil pessoas, terreno para projetos de investimento e centro de inovação com uma universidade e laboratórios.

A cidade de Jukovski não foi eleita casualmente como área para o futuro centro de construção de aviões russo. Ainda no início do século passado, esta cidade na região de Moscou transformou-se num centro de desenvolvimento do ramo aeronáutico nacional. Em Jukovski encontram-se o Instituto Central de Aerohidrodinâmica e o Instituto de Pesquisas Aéreas Gromov, centro científico único que não tem analogias no mundo. Sua pista de decolagem e de aterrissagem - de 5403 metros - é a mais longa na Europa, permitindo testar todos os tipos de aviões de passageiros e de carga, disse à Voz da Rússia o presidente do Centro Nacional de Construção de Aviões, Tigran Alexanian:

“Historicamente, Jukovski foi construída para a aviação. Na cidade com grandes potencialidades intelectuais são representados praticamente todos os institutos principais que preparam quadros para a indústria aeronáutica. As empresas que serão transferidas de Moscou para Jukovski formarão uma base para o desenvolvimento”.

Em Jukovski está previsto instalar centros de projeção de principais companhias russas Il, MiG e Sukhoi que entram na Corporação Aeronaval Unificada. Na cidade serão construídos também um parque tecnológico, um centro de exposição e um aeroporto internacional, comunicou à Voz da Rússia o chefe do serviço analítico AviaPort, Oleg Panteleiev:

“Está previsto concentrar no quadro do Centro Nacional de Construção de Aviões grande número de entidades de pesquisas científicas e de projeção da ciência e da indústria aeronáutica da Rússia, assim como filiais de principais escolas aeroespaciais russos. Tal permitirá formar um potente cluster que irá aglomerar a preparação do pessoal, a realização de pesquisas científicas, a elaboração de modelos sofisticados de equipamentos aéreos e a realização de testes de voo”.

A decisão de criar na Rússia o Centro Nacional de Construção de Aviões foi tomada ainda em 2008, tendo por objetivo constituir uma estrutura científico-industrial contemporânea que permitirá à Rússia tornar-se um líder mundial na construção de aviões civis e militares. Como se espera, em Jukovski serão criados cerca de 10 mil novos postos de trabalho. A construção do novo centro será financiada através de uma parceria entre empresas públicas e privadas. Meios orçamentais serão investidos no desenvolvimento da infraestrutura. Segundo avaliações de peritos, o volume de investimentos constituirá 4 mil milhões de dólares dos EUA.