24 de Setembro, 2012 - 20:44 ( Brasília )

Aviação

Sinopec e Airbus desenvolverão combustível alternativo para aviação na China

Parceiros apoiam o padrão e o fornecimento chinês de combustível alternativo sustentável

A China Petroleum and Chemical Corporation (Sinopec), uma das maiores empresas de energia da China, e a Airbus estão desenvolvendo e promovendo a produção de combustíveis renováveis para uso regular na aviação comercial na China. 

A Sinopec é a principal parceira a auxiliar o Governo Central a estabelecer uma certificação chinesa de navegabilidade aérea para combustíveis de aviação alternativos produzidos a partir de matérias-primas cultivadas localmente.
                              
                                                                             
O combustível certificado, conhecido como "1# bio-jetfuel", será produzido pela Sinopec através da utilização de sua própria tecnologia a partir de uma refinaria recém-construída em Hangzhou (perto de Xangai). A refinaria é uma dos poucas no mundo com capacidade de produzir, em grande escala, combustível de aviação a partir de biomassa.

A Airbus apoia o desenvolvimento do padrão chinês por meio de sua expertise técnica adquirida em processos de certificação anteriores junto aos organismos de normalização de combustíveis da União Europeia e dos Estados Unidos e, também, na escolha de matérias-primas sustentáveis.
 
De acordo com o vice-presidente sênior da Sinopec, DAI Houliang, "o Bio-jetfuel está se tornando cada vez mais importante na aviação e no mercado de energia. Ele vai ajudar no crescimento da aviação de forma sustentável e também a atender a crescente demanda por combustível. A Sinopec desenvolveu sua própria tecnologia para a produção de combustível de aviação a partir de biomassa e resíduos de óleo, e já produziu combustível que atende aos padrões internacionais. A Sinopec está auxiliando a CAAC (Administração da Aviação Civil da China) no processo de certificação de navegabilidade aérea e se orgulha por colaborar com a Airbus e com outros parceiros no esforço pela criação de combustíveis alternativos de aviação".
 
Além da certificação do combustível, os parceiros estão também estabelecendo uma cadeia de valor para o combustível sustentável na China, para ajudar a acelerar a sua comercialização, que utilizará recursos e capacidade de refino 100% local.
 
"Os biocombustíveis são uma parte crucial do caminho traçado para atender as ambiciosas metas de CO2 da aviação. Temos o privilégio de trabalhar com os nossos parceiros chineses para estabelecer uma cadeia nacional de valor na China que é 100% chinesa", disse o presidente da Airbus China, Laurence Barron.
 
A Airbus atualmente apoia cadeias de valor para combustível sustentável na Austrália, na América Latina, na Europa e no Oriente Médio.