30 de Agosto, 2012 - 08:51 ( Brasília )

Aviação

Labace 2012 - Comexport espera fechar 2012 com mais de R$ 250 milhões em importações de aeronaves

Mercado brasileiro é um dos maiores do mundo e deve continuar a crescer nos próximos anos

Líder em importação de aeronaves, a Comexport, uma das maiores tradings do Brasil, participa da Labace 2012, principal feira de aviação executiva da América Latina, e busca chegar perto de seu objetivo no segmento para o ano: a importação de 50 aeronaves e um volume de operações acima de R$ 250 milhões. O número é superior aos resultados de 2011, quando foram trazidas 42 aeronaves em um total de R$ 220 milhões em transações.
 
Com centenas de operações realizadas desde o início de sua atuação no setor, em 2007, a empresa visa conservar o seu crescimento no mercado brasileiro de aviação executiva, que tem se mantido na média de 20% ao ano. Hoje com 12,3 mil unidades, a frota brasileira é a segunda maior do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, de acordo com dados da Associação Brasileira de Aviação Geral – ABAG. “A agilidade no processo de importação, que dura entre 20 e 30 dias, uma variedade maior de modelos no mercado internacional e a crise econômica enfrentada por diversos países são os fatores que têm privilegiado o aumento das operações”, explica XXX, XXX da Comexport.
 
A infraestrutura aeroportuária do País próxima à saturação, que poderia ser um impedimento para o crescimento do mercado, deve receber novos investimentos nos próximos anos com a abertura pelo Governo da operação por grupos privados de pequenos aeroportos. A iniciativa visa diminuir os pousos e decolagens provenientes da aviação executiva nos grandes aeroportos brasileiros, já antecipando o aumento da demanda que deve ocorrer na Copa do Mundo de 2014 e nas Olímpiadas de 2016. De acordo com a ABAG, são realizados hoje mais de 800 mil voos por ano, por mais de mil empresas, no segmento da aviação executiva.
 
A COMEXPORT

Uma das maiores tradings brasileiras, a Comexport tem 38 anos de experiência na oferta de soluções completas e integradas de comércio exterior em diversos setores da economia, com atuação em todas as etapas da cadeia de fornecimento de produtos. Dispõe de cerca de 200 profissionais experientes e especializados em cinco escritórios no Brasil (São Paulo/SP, Americana/SP, Itajaí/SC, Recife/PE e Vitória/ES) e quatro no exterior (Angola, China, Polônia e Rússia), além de uma ampla rede de representantes e agentes em diversos países. Nos últimos anos a empresa vem registrando faturamento superior a US$ 1 bilhão.

Com ampla solidez financeira, a Comexport oferece opções de financiamento para seus clientes em qualquer etapa da cadeia, desenvolve operações customizadas e de Supply Chain e está constantemente aberta a novos negócios. A empresa possui relacionamentos estratégicos em todo o mundo e opera hoje, entre outros, nos setores alimentício, construção civil, máquinas e equipamentos, fertilizantes, produtos ferroviários, químicos, petroquímicos, pneus e têxteis. Na área de Supply Chain, a empresa tem forte know how adquirido em setores como eletrônicos, veículos, aeronaves e embarcações.