09 de Agosto, 2012 - 15:54 ( Brasília )

Aviação

Helibras lança Clube do Piloto e promove curso de formação em Curitiba

Em suas seções, portal oferece ações de atualização profissional e dicas para comandantes de todos os modelos de helicópteros

Depois de comemorar o lançamento do Clube do Piloto em São Paulo e no Rio de Janeiro, a Helibras promoveu uma festa para os pilotos da região de Curitiba, no dia 1º de agosto. As principais ações do Clube estão contidas num portal, destinado exclusivamente para comandantes de qualquer tipo de helicóptero e que tem por objetivo estimular a troca de experiências e de informações entre profissionais de aviação.

Durante a semana de lançamento na região sul, o Clube do Piloto realizou um Ground School, voltado ao modelo EC120, para 10 pilotos do Paraná e de Santa Catarina. Este curso é destinado à formação específica nesta aeronave, para que o piloto conheça o modelo e possa operá-lo.  As aulas foram ministradas pelo centro de treinamento da Helibras.

“Esta é uma das ações previstas pelo portal, que ainda vai disponibilizar outras oportunidades de formação e atividades, conforme o interesse dos pilotos cadastrados”, explica Carla Metne, gerente de marketing da Helibras e coordenadora do projeto.

Cadastro

Para participar do Clube do Piloto, é necessário que o profissional cadastre-se no site, acessando-o em www.clubedopiloto.helibras.com.br ou pelo site da Helibras, informando o código de identificação na Anac. Após análise, o piloto terá acesso a um conteúdo exclusivo: concursos culturais, espaço para debates e oportunidades de cursos de especialização.

Sobre a Helibras

A Helibras é a única fabricante brasileira de helicópteros. A empresa é associada ao Grupo Eurocopter, maior fornecedor mundial do setor, controlado pela EADS - European Aeronautic Defence and Space Company. Com participação superior a 50% na frota brasileira de helicópteros a turbina, a Helibras está em atividade no Brasil desde 1978 e mantém instalações em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Sua fábrica, que emprega mais de 650 profissionais e tem capacidade de produção de 36 aeronaves por ano, está localizada na cidade de Itajubá (MG), onde são produzidos diversos modelos que atendem aos segmentos civil, governamental e militar. Desde sua fundação, a Helibras já entregou mais de 600 helicópteros no Brasil, sen do 70% do modelo Esquilo. Em 2011, a empresa teve um faturamento de R$ 288 milhões. Mais informações:  www.helibras.com.br.
 
Sobre a Eurocopter e a EADS

Fundado em 1992, o grupo franco-alemão-espanhol Eurocopter é uma divisão do Grupo EADS e emprega aproximadamente 20 mil pessoas. Em 2011, a Eurocopter confirmou sua liderança mundial na fabricação de helicópteros com um volume de negócios de € 5,4 bilhões, encomendas de 457 novos helicópteros e 43% de participação de mercado nos segmentos civil e governamental. Os helicópteros do Grupo são responsáveis por 33% da frota mundial nos mercados civil e governamental. A forte presença internacional da Eurocopter é garantida por suas sudsidiárias e participações em 21 países. Sua rede mundial de centros de serviços, de treinamento, distribuidores e agentes certificados oferecem suporte a cerca de 2.900 clientes. Atualmente, há mai s de 11,3 mil helicópteros Eurocopter em operação em 149 países. A Eurocopter oferece a maior gama de helicópteros civis e militares do mundo e está totalmente comprometida com a segurança, sendo este o aspecto mais importante de seus negócios.

A EADS é líder mundial nos segmentos aeroespacial, de defesa, segurança e serviços relacionados. Em 2011, o Grupo, que inclui a Airbus, Astrium, Cassidian e Eurocopter, faturou € 49,1 bilhões e empregou aproximadamente 133 mil pessoas. No Brasil, a EADS mantém investimentos há 34 anos, tendo iniciado sua presença por meio da Helibras, subsidiária local da Eurocopter. Também está presente por meio da EADS Brasil, da Cassidian Brasil, da Astrium Geo Information Services Brasil, do escritório de representação da Airbus Military, da Equatorial Sistemas, da qual a Astrium é acionista, e de uma joint venture entre a Cassidian e a Odebrecht. Desenvolve parcerias de longo prazo com clientes como a TAM, Forças Armadas, Polícia Federal, Agência Espacial Brasileira (AEB ), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e as forças policiais estaduais.