11 de Maio, 2012 - 11:40 ( Brasília )

Aviação

TAP M&E Brasil Ingressa na Petros

Plano de previdência da TAP M&E Brasil ntes vinculado ao AERUS será administrado pela Petros

Nota DefesaNet - Um dos passivos da falência da VARIG é a situação do AERUS. A TAP M&E consegue ajustar o seu plano mas aos milhares de outros participantes oriundos da VARIG e outras companhias não tiveram a menor chance.

Rio de Janeiro, 11 de maio de 2012- A TAP M&E Brasil é a mais nova patrocinadora de um plano de previdência complementar administrado pela Petros. No dia 16 de maio, será realizada a cerimônia que oficializa a transferência do antigo Plano de Benefícios II – VEM, anteriormente administrado pelo Aerus para a Petros. A transferência é resultado de um amplo estudo realizado pelas partes interessadas (TAP M&E Brasil, Petros, Aerus e Sindicatos) e foi aprovada pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar – Previc, órgão regulador dos fundos de pensão. Agora o plano passa a se chamar TAPMEPREV.

Como entidade multipatrocinada de previdência complementar, a Petros oferece a infraestrutura e aexpertise necessárias para gerir o plano. O antigo plano da TAP M&E Brasil possui, cerca de 1.411participantes ativos e 664 assistidos que irão transferir os seus recursos para o TAPMEPREV. Além desses, aproximadamente 570 empregados, que ainda não dispunham desse benefício, também poderão se inscrever no Plano.

O evento contará com a presença de representantes TAP M&E Brasil, Petros e Previc que apresentarão aos convidados o novo plano.

A infra-estrutura física e tecnológica construída e a gama de conhecimentos acumulados em tantos anos fazem da TAP M&E Brasil uma das dez maiores empresas de manutenção, reparo e revisão geral de aeronaves e componentes (MRO-Maintenance, Repair & Overhaul) da atualidade.Reconhecida mundialmente e certificada pelas principais autoridades do segmento, possui uma lista de capacitação para trabalhar em mais de 17 mil itens aeronáuticos, permitindo que a maioria dos componentes instalados nas aeronaves possa ser reparada na própria empresa, proporcionando aos clientes de aeronaves fabricadas pela AIRBUS; BOEING ou EMBRAER o conceito nose-to-tail, com menor tempo de parada da aeronave para serviços de manutenção.