26 de Abril, 2012 - 12:30 ( Brasília )

Aviação

Helibras testa com sucesso nova iluminação de painel para a Família Super Puma

Recurso foi utilizado durante treinamento militar,sem prejuízo à utilização de óculos de visão noturna

A equipe de Engenharia e Ensaios em Voo da Helibras realizou sua primeira campanha de testes em uma aeronave da família Super Puma, do Exército brasileiro, realizada por uma tripulação totalmente brasileira.
 
O objetivo foi observar, durante um voo noturno, a nova iluminação do painel de instrumentos do AS532 UE Cougar da AvEx, compatível com NVG (óculos de visão noturna), que permite a leitura de todos os instrumentos do painel sem perturbar os óculos de visão noturna e sem causar reflexos nocivos no painel ou nos vidros da aeronave.
 
Os resultados, satisfatórios, foram obtidos em uma simulação de missão de aproximação em área restrita com um AS352 UE Cougar da AvEx e também mostraram a inexistência de fuga de luminosidade, evento que poderia deixar o helicóptero visível a um observador externo.
 
Para este ensaio, a tripulação foi composta pelo piloto da AvEx Major Marcus Vinícius, pelo piloto de ensaio Paulo Gaddini e pelo engenheiro de ensaios em voo Pedro K. Paim. Também participaram o piloto Paulo Dória, o técnico de ensaio Marcos Raponi e o técnico em aviônica Alessandro William da Silva, além de quatro mecânicos da AvEx.
 
“Este resultado evidencia um bom trabalho em equipe e constitui mais uma etapa alcançada com sucesso no processo de capacitação da Helibras no domínio de Ensaios em Vôo”, avalia Walter Filho, diretor do Centro de Engenharia da Helibras.
 
“Há muito tempo não voávamos com uma iluminação tão boa”, afirmou o Major Marcus Vinícius, comprovando a evolução do domínio tecnológico da Helibras para atender a todos os mercados em que atua.
 
 
Sobre a Helibras
 
A Helibras é a única fabricante brasileira de helicópteros. A empresa é associada ao Grupo Eurocopter, maior fornecedor mundial do setor, controlado pela EADS - European Aeronautic Defence and Space Company. Com participação superior a 50% na frota brasileira de helicópteros a turbina, a Helibras está em atividade no Brasil desde 1978 e mantém instalações em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Sua fábrica, que emprega mais de 650 profissionais e tem capacidade de produção de 36 aeronaves por ano, está localizada na cidade de Itajubá (MG), onde são produzidos diversos modelos que atendem aos segmentos civil, governamental e militar. Desde sua fundação, a Helibras já entregou mais de 600 helicópteros no Brasil, sendo 70% do modelo Esquilo. Em 2011, a empresa teve um faturamento de R$ 288 milhões. Mais informações:  www.helibras.com.br
 
Sobre a Eurocopter e a EADS

Fundado em 1992, o grupo franco-alemão-espanhol Eurocopter é uma divisão do Grupo EADS e emprega aproximadamente 20.000 pessoas. Em 2011, a Eurocopter confirmou sua posição de líder como fabricante mundial de helicópteros no mercado civil e governamental com um volume de negócios de 5,4 bilhões de euros, representando um crescimento de 12,5% em relação ao ano anterior e pela primeira vez ultrapassando a marca de € 5 bilhões – valor recorde até então. Foram encomendados 457 novos helicópteros e uma quota de mercado de 43% nos setores civil e parapúblico. No geral, os helicópteros do Grupo são responsáveis por 33% da frota total mundial civil e governamental. A forte presença internacional da Eurocopter é garantida por suas sudsidiárias e participações em 21 países nos cinco continentes, juntamente com uma densa rede mundial de centros de serviços, distribuidores, agentes certificados e centros de manutenção. Há atualmente 11.300 helicópteros Eurocopter em serviço através de 2.900 clientes em 149 países. A Eurocopter oferece a maior gama de helicópteros civis e militares do mundo e está totalmente comprometida com a segurança, sendo este o aspecto mais importante de seus negócios.

A EADS é líder mundial nos segmentos aeroespacial, de defesa, segurança e serviços relacionados. Em 2011, o Grupo, que inclui a Airbus, Astrium, Cassidian e Eurocopter, faturou € 49,1 bilhões e empregou aproximadamente 133 mil pessoas.
 
No Brasil, a EADS mantém investimentos há 34 anos, tendo iniciado sua presença por meio da Helibras, subsidiária local da Eurocopter. Também está presente através da EADS Brasil, da Cassidian Brasil, da Astrium Geo Information Services Brasil, do escritório de representação da Airbus Military, da Equatorial Sistemas, da qual a Astrium é acionista e de uma joint venture entre a Cassidian e a Odebrecht. Desenvolve parcerias de longo prazo com clientes como a TAM, Forças Armadas, Polícia Federal, Agência Espacial Brasileira (AEB), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e as forças policiais estaduais.