17 de Abril, 2012 - 10:29 ( Brasília )

Aviação

Conversações entre a Rússia e a China sobre a venda de bombardeiros Su-35 estão congeladas


As conversações sobre a venda à China de novos caças-bombardeiros Su-35 estão congeladas devido ao desejo de Pequim de comprar apenas um lote limitado destes aviões.

As conversações sobre esta questão duram há já mais de 18 meses. A Rússia tenta convencer a China da necessidade de compra de um grande lote mas Pequim parece estar mais interessada no desenvolvimento da sua própria indústria aeronáutica do que na compra de aviões.

Os produtores russos receiam que a China, adquirindo apenas alguns exemplares do Su-35, venha a utilizar os seus agregados e aparelhos para os copiar e, no futuro, deixe de os comprar.