24 de Fevereiro, 2012 - 09:43 ( Brasília )

Aviação

Sete soldados morrem em colisão de helicópteros militares nos EUA


Sete fuzileiros navais americanos morreram quando dois helicópteros colidiram no Arizona durante um exercício de rotina, indicou nesta quinta-feira à AFP uma autoridade de Defesa em um comunicado. O acidente ocorreu próximo à cidade de Yuma na noite de quarta-feira. Os soldados mortos eram da base de Miramar, no sul da Califórnia, acrescentou o alto funcionário.

"As aeronaves, um (helicóptero) AH-1W 'Cobra' e um (helicóptero) UH-1Y 'Huey', participavam de exercícios de rotina" quando colidiram por volta das 20h (locais, 1h desta quinta em Brasília), ainda segundo a mesma fonte. "Uma investigação foi iniciada para determinar as causas" do acidente. "As circunstâncias estão sendo investigadas", completou.

Segundo uma fonte oficial, não houve sobreviventes do acidente. O senador pelo Arizona e ex-candidato à presidência John McCain, ex-piloto da Marinha que foi tomado prisioneiro durante a Guerra do Vietnã, manifestou suas condolências aos familiares das vítimas. "Esta tragédia é uma séria lembrança dos sacrifícios feitos pelos homens e mulheres de nossas forças armadas para manter nossa segurança, tanto nos treinamentos em casa como no combate no exterior", declarou.

Este acidente soma-se a outros ocorridos nos últimos meses pela terceira unidade aérea de fuzileiros navais. Em julho passado, um veterano piloto morreu quando seu helicóptero UH-1Y caiu na base de Camp Pendleton, no norte de San Diego. Um mês depois, dois fuzileiros tiveram de se ejetar de seu caça F/A-18 antes de este cair no Oceano Pacífico e foram resgatados e em setembro outros dois morreram na queda de seu helicóptero durante um treinamento em Camp Pendleton.