16 de Fevereiro, 2012 - 03:00 ( Brasília )

Aviação

Lockheed Martin Apresenta o F-16V

Com mais de 4.600 aeronaves entregues a LM lançou no Singapore Airshow o F-16V

A empresa Lockheed Martin apresentou uma nova versão do caça F-16 no Singapore Airshow. O F-16V terá aperfeiçoamentos tais como:  um radar active electronically scanned array (AESA),computador de missão mais avançado e melhorias no cockpit – todos estes itens já  identificados pela  U.S. Air Force e vários clientes internacionais como melhorias futuras.

Com cerca de 4.500 caças F-16 já entregues esta é uma evolução natural do caça de  Quarta Geração de maior sucesso.  O Programa do caça Fighting Falcon tem continuadamente evoluído desde as versões F-16 A/B, como um caça de peso leve até a transição ao F-16 C/D e versões Block 60 atendendo às demandas dos clientes. 

O radar AESA  ofeece uma significativa melhoria na capacidade operacional. A Lockheed Martin desenvolveu uma solução inovadora de uma modernização e um kit de instalação com um custo acessível para introduzir esta tecnologia aos F-16 em operação.  A configuração F-16V é uma opção tanto para aviões novos como para upgrade de verões anteriores do F-16. A designação  “V” surge do nome que os pilotos deram  ao F-16, Viper, desde que o caça entrou em operação.

Segundo o executivo George Standridge, Lockheed Martin Aeronautics VP de Desenvolvimento de Negócios, a LM acredita que o F-16V atenderá às necessidades dos clientes e irá prepara-los para operações com caças de Quinta Geração como o F-35 e o  F-22..

O F-16 foi escolhido por 26 países. O Programa F-16 caracterizou por uma colaboração internacional sem precedentes  na história da aviação entre governos, Forças Aéreas e a indústria aeronáutica
 
A recente encomenda do Iraque manterá a linha de produção do F-16 aberta até 2015.Novas encomendas serão necessárias para estende-la até 2020. O F-16 iniciou a produção em meados da década de 70 e entrou em operação na USAF nos anos 80.

Com o atraso do programa do caça de quinta geração F-35 a USAF prevê estender a operação do F-16 ainda apor vários anos.