06 de Janeiro, 2012 - 11:37 ( Brasília )

Aviação

Encontradas microfissuras nas asas do Airbus A380


Nas asas do Airbus A380, que é o maior avião de passageiros do mundo, se formam fissuras microscópicas, as quais, porém, não põem em risco a segurança dos voos, comunicaram hoje as companhias aéreas Qantas e Singapore Airlines que utilizam aqueles aparelhos.

Não há necessidade de adoção de medidas especiais na utilização destes aviões, já que as fissuras não comprometem a segurança dos voos, comuniciou a Qantas. Por sua vez, a Singapore Airlines declarou que os aviões em que haviam sido detetadas microfissuras estavam sendo reparados.

O consórcio aeronáutico Airbus anunciou anteriormente que as microfissuras que podem se formar na superfície exterior dos elementos transversais da asa de certos Airbus A380 não impedem a utilização normal dos aviões. Não obstante, os transportadores aéreos foram aconselhados a inspecionar os A380 e a reparar o defeito. O que pode ser feito durante os trabalhos de manutenção periódicos a que os aviões são submetidos de quatro em quatro anos.