20 de Dezembro, 2011 - 16:55 ( Brasília )

Aviação

EMBRAER - PHENOM 100 Entregue Primeiro Produzido nos EUA

Empresa de propriedade compartilhada de aeronaves com sede em Kansas é o cliente lançador do jato entry level montado em Melbourne

Melbourne, Flórida, EUA, 20 de dezembro de 2011 – A Embraer entregou hoje o primeiro jato Phenom 100, da categoria entry level, produzido em sua nova fábrica nos EUA para a Executive AirShare, em cerimônia realizada em Melbourne, Estado da Flórida.

“A entrega de uma aeronave a seu proprietário é um momento de muito orgulho para um fabricante”, disse Robert Knebel, Diretor de Vendas da Embraer para a América do Norte, Aviação Executiva. “Entregar o primeiro Phenom 100 feito nos EUA para a Executive AirShare, nosso primeiro cliente nos EUA, dá uma importância especial a este evento.”

“Após o bem-sucedido primeiro vôo do Phenom 100, há duas semanas, a entrega desta aeronave conforme o cronograma destaca a capacidade da equipe de Melbourne e confirma que estamos prontos para cumprir o objetivo de entregar 26 aeronaves em 2012”, dissePhil Krull, Diretor-Geral da Embraer Executive Aircraft, Inc.

A Executive AirShare e sua subsidiária Executive Flight Services operam uma frota de 41 aeronaves, incluindo 18 jatos Phenom 100 e Phenom 300. A empresa oferece uma ampla gama de serviços de manutenção, gestão e fretamento de aeronaves na região central dos EUA e nos Grandes Lagos, e foi uma das primeiras a disponibilizar aos clientes os dois jatos executivos da Embraer.

“Estávamos na liderança em 2007, quando fizemos a primeira encomenda de Phenom”, disse Keith D. Plumb, Presidente e COO da Executive AirShare. “Quando os compradores de aeronaves olham para o Phenom pela primeira vez, eles ficam positivamente impressionados com o tamanho da aeronave e a espaçosa e confortável cabine Oval Lite®.”

“Oferecemos serviços superiores, que agregam mais valor, e os jatos Phenom são o principal motivo para que isto aconteça”, disse Robert D. Taylor, Presidente do Conselho de Administração e CEO da Executive AirShare. “A velocidade, alcance e baixo custo operacional destes jatos de pequeno porte são ideais para o nosso programa de propriedade compartilhada regional.