05 de Dezembro, 2011 - 10:49 ( Brasília )

Aviação

Força aérea argentina recebe helicópteros Mi-171E


Aleksándr Solólvski

Dois helicópteros russos Mi-171E foram entregues à Força Aérea argentina na última sexta-feira (2) na base da 7ª Brigada Aérea nos arredores de Buenos Aires, informou a agência russa RIA-Nóvosti. Essa é a primeira compra de equipamentos militares russos pela Argentina. O contrato entre o ministério da Defesa da Argentina e a Companhia Russa de Exportação de Material de Guerra (Rosoboronexport) foi assinado no final de agosto de 2010, prevendo ainda o treinamento de pilotos e técnicos argentinos

Destinados à campanha de exploração antártica da Argentina e à realização de operações de busca e resgate, os helicópteros e o equipamento de apoio chegaram a Buenos Aires no final de novembro. A cerimônia de entrega dos helicópteros teve a participação do comandante da Força Aérea argentina, Normando Constantino e do embaixador da Rússia na Argentina, Víktor Coronelli.

“Estamos muito satisfeitos por termos comprado os helicópteros da Rússia. Não temos dúvidas de que eles nos ajudarão a resolver o problema do apoio a nossas bases na Antártida em termos de transporte de alimentos, combustível e outras cargas necessárias à estadia e trabalhos dos exploradores antárticos”, disse à RIA-Novosti o brigadeiro Normando Constantino. Segundo ele, os argentinos pretendem também utilizar os helicópteros em operações de busca e resgate dentro do país e em suas águas territoriais.

O representante da corporação estatal Russian Technologies, Serguêi  Goreslávski disse que a aquisição das aeronaves permitirá intensificar ainda mais a cooperação técnico-militar entre a Rússia e a Argentina. “Os helicópteros entregues à Argentina têm a maior difusão no mundo: só na América Latina essas aeronaves (civis e militares) somam cerca de 400, operando no México, Venezuela, Colômbia, Equador e Peru. Agora nessa lista de países está a Argentina”, disse Goreslávski.

Estima-se que os helicópteros de fabricação russa detenham cerca de 20% do mercado de helicópteros militares dos países latino-americanos e 2% do mercado de aeronaves civis. Sua manutenção técnica é realizada em um centro de reparação e serviços construído no México. Outro centro de manutenção técnica e treinamento de pessoal está sendo construído na Venezuela.

Segundo o embaixador Víktor Coronelli, a entrega dos helicópteros à Argentina tem grande importância para o país. “A Força Aérea argentina não comprou novas aeronaves durante várias décadas. Agora essa pausa acabou. Estou convencido de que nossos helicópteros vão mostrar seu melhor desempenho”, declarou o diplomata.

Um grupo de 18 técnicos russos foi enviado à Argentina para acompanhar a entrega dos helicópteros. Alguns deles voltarão à Rússia depois que as aeronaves estiverem funcionando, enquanto outros ficarão em Buenos Aires para o estabelecimento de uma infraestrutura de manutenção técnica.

Agora os países discutem uma possível entrega de mais três helicópteros russos à Argentina