16 de Novembro, 2011 - 09:31 ( Brasília )

Aviação

Embraer anuncia abertura de novo escritório e centro de distribuição em Dubai


InfoMoney

A Embraer (EMBR3) anunciou nesta terça-feira (15) a abertura de um escritório em Dubai, Emirados Árabes Unidos (EAU). Segundo comunicado da empresa, uma nova equipe regional de marketing e vendas, comandada por Mathieu Duquesnoy, diretor para o Oriente Médio e África – Aviação Comercial, foi designada para estreitar o relacionamento da Embraer com clientes em uma região com crescente número de E-Jets em operação.

Para a companhia, esta nomeação também aumenta a influência local dos profissionais de gestão estratégica e operacional, de modo a melhor atender às necessidades dos operadores por meio de uma infraestrutura regional e autoridade.

“Vemos claras oportunidades de crescimento no mercado do Oriente Médio e estamos investindo para expandir nossa presença por meio de uma equipe dedicada de vendas e marketing”, disse Paulo Cesar de Souza e Silva, vice-presidente executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial.

“A família de E-Jets da Embraer foi bem recebida na região e vemos um grande potencial para estas aeronaves de 70 a 120 assentos. O compromisso da Embraer é oferecer não somente aeronaves mais modernas, mas também um forte e mais próximo suporte ao cliente,” completou o executivo.

Parceria
A Embraer comunicou ainda a expansão dos serviços ao cliente na região e que, para isso, estabeleceu uma parceria com a Kuehne + Nagel, grupo de logística de atuação mundial. O objetivo é oferecer aos clientes de E-Jets um novo centro de distribuição de peças em Dubai, que estará disponível no segundo semestre de 2012.

Localizado próximo ao Aeroporto Internacional Al Maktoum (DWC), na Cidade Logística de Dubai, esta instalação fornecerá peças de reposição para a frota de aeronaves comerciais da Embraer no Oriente Médio e também apoiará os clientes na África.

“Para apoiar a crescente frota de E-Jets no Oriente Médio, parcerias locais foram fechadas, como por exemplo com a Egyptair, no Egito, nomeada centro autorizado de serviços. Com esta nova base de apoio para os clientes, disponibilizaremos peças de reposição mais próximas aos centros de operação e melhoraremos o atendimento”, disse Johann Bordais, diretor de serviços e suporte da Embraer para a Europa, Oriente Médio, África e Ásia Central – Aviação Comercial.

De acordo com nota, quando estiver em operação, o centro de distribuição em Dubai, com 16 mil metros quadrados (172 mil pés quadrados), aumentará a capacidade de estocagem para o mercado da Europa, Oriente Médio e África (EMEA), somando-se ao atual centro de distribuição em Villepinte, França.

"Ele será beneficiado pela plataforma de logística única do novo aeroporto de Dubai e viabilizará a disponibilidade imediata de peças, especialmente em situações de aeronave inoperante em solo (AOG), para clientes no Oriente Médio e África", diz comunicado.