21 de Outubro, 2019 - 10:30 ( Brasília )

Aviação

Swiss paralisa frota de A220 para controle

A Swiss International Air Lines imobilizou sua frota de 29 Airbus A220 para verificar os motores das aeronaves, depois de ter encontrado problemas técnicos em um voo de Londres para Genebra, na terça-feira.

Todas as aeronaves A220 serão submetidas a uma inspeção abrangente, informou a televisão pública suíça RTS, citando a Swiss. "Só depois de uma inspeção sem falhas é que as aeronaves retornarão às operações de voo regulares", disse a Swiss.

A medida provocou uma redução perceptível nos voos da empresa, já que muitos tiveram que ser cancelados. "A Swiss leva esses incidentes muito a sério e está em estreito contato com as autoridades responsáveis, a Airbus Canada e o fabricante de motores Pratt & Whitney", acrescentou.

"A segurança dos nossos clientes e tripulações é a nossa principal prioridade. Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para retornar nossa frota [A220] às operações de voo normais o mais rápido possível e continuaremos a garantir operações de voo seguras".

A Pratt & Whitney disse na terça-feira (15) que recomendou controles adicionais nos motores do Airbus A220 e de algumas aeronaves Embraer E2 após incidentes recentes com motores.

Passageiros a ver navios Em um ano, foram comunicados oito problemas técnicos com o A220, de acordo com a RTS. As 29 aeronaves vêm da empresa canadense Bombardier, que vendeu seus aviões de médio porte para a Airbus, razão pela qual a série C de aviões também é chamada de A220.

A Swiss disse estar contatando os passageiros afetados, que seriam transferidos para a melhor alternativa possível, às custas da companhia aérea. Além disso, as passagens de um voo cancelado poderiam ser reservadas novamente ou reembolsadas gratuitamente.



ÚLTIMAS

Aviação

MAIS LIDAS