02 de Novembro, 2011 - 12:34 ( Brasília )

Aviação

KLM investe no Rio de Janeiro e inaugura voo direto para Amsterdã

Devido à importância e alta demanda do mercado carioca, empresa oferece três saídas semanais aos passageiros


A KLM retomou ontem, dia 1º, sua operação na rota que liga o Rio de Janeiro a Amsterdã. O voo inaugural chegou ao Rio de Janeiro, com festa, no início da noite no Brasil trazendo uma comitiva liderada pelo CEO da KLM, Peter Hartman, que incluía o embaixador brasileiro na Holanda, José Artur Medeiros, o CEO do Aeroporto de Schiphol, Jos Nijhuis, além de empresários, executivos da companhia aérea, agentes de viagem e jornalistas europeus.

A aeronave, batizada de City of Rio de Janeiro, passou pelo tradicional ritual de batismo na pista: foi saudada por caminhões do corpo de bombeiros com esguichos de água, formando um arco, durante o taxiamento. O comandante agitou as bandeiras do Brasil e da Holanda antes de estacionar.
 
A rota Rio-Amsterdã é o 70º trajeto intercontinental da companhia, que já opera sete voos semanais diretos partindo de São Paulo para a mais famosa cidade holandesa e, de lá, para mais de 800 destinos no mundo, com seus parceiros da Aliança SkyTeam.

O voo Rio-Amsterdam foi retomado após 12 anos, para atender à crescente demanda do mercado carioca e à importância do Rio de Janeiro como destino turístico, principalmente em função da realização da Copa do Mundoem 2014 e dos Jogos Olímpicos em 2016, e do crescente volume de negócios internacionais com o aquecimento da economia brasileira e dos negócios gerados pela indústria do petróleo, gás e energia.

“O Brasil é um mercado de grande relevância nos planos da KLM, tanto por seu desenvolvimento socioeconômico, quanto por seu potencial para o turista europeu. Ao incluir o Rio de Janeiro como o nono destino da companhia na América Latina, temos a intenção de fortalecer ainda mais nossa presença regionalmente, e estamos em plena expansão. Os passageiros brasileiros ainda terão mais uma opção de voo direto para conhecer todas as atrações que a Holanda oferece e ampliar as possibilidades comerciais com nosso país e a Europa afirma Peter Hartman.

A partir de agora, serão oferecidos, semanalmente, três voos diretos, (voo KL705) com saídas do Aeroporto de Schipol, na Holanda, às terças, quintas e sábados às 10h40, chegando ao aeroporto internacional Antônio Carlos Jobim – Galeão no mesmo dia, às 19h30.

O voo de retorno (KL706) parte do Rio de Janeiro às terças, quintas e sábados às 21h40, chegando a Amsterdã no dia seguinte, às 11h55 – horários locais. O trajeto é feito em aeronaves Boeing 777-200ER com capacidade para 318 passageiros, sendo 35 na classe executiva e 283 na classe econômica. A empresa também inaugurou esta semana novos destinos na América Latina, com voos para Buenos Aires, Havana e Punta
 
Mais de 60 anos de inovação

A KLM está presente no Brasil ininterruptamente há mais de 60 anos. Foi a primeira a trazer o Boeing 747, também conhecido como Jumbo, para o País. Também foi a primeira companhia aérea do mundo a operar um voo comercial com bioquerosene.
 
A preocupação com o meio ambiente se estende ao serviço de bordo da companhia - todos os tecidos dos uniformes da tripulação são reutilizados e todas as louças, copos, taças e talheres seguem princípios sustentáveis de produção, porém, com muito estilo para proporcionar aos passageiros a sensação de estar em um restaurante. O Grupo AIR FRANCE KLM tem sido líder no índice de sustentabilidade Dow Jones por seis anos consecutivos.
 
Juntas, AIR FRANCE e KLM passam a operar 17 voos por semana a partir do Rio de Janeiro e 38 entre o Brasil e a Europa.
 
No Brasil, a parceria com a Gol, inclui os programas de fidelidade Flying Blue e Smiles, assim como acordos de code-share para diversas cidades do Brasil.