18 de Julho, 2018 - 11:00 ( Brasília )

Aviação

Museu Aeroespacial tem programação especial no aniversário de Santos-Dumont

Evento, a ser realizado nos dias 21 e 22, terá como atrações os voos das réplicas das aeronaves 14-Bis e Demoiselle

Ten André Tropiano, Ten Jonathan Jayme e Cap Oliveira


Museu Aeroespacial (MUSAL), localizado no Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro (RJ), promove, nos dias 21 e 22 de julho, das 8 às 20 horas, evento em comemoração aos 145 anos do Patrono da Aeronáutica Brasileira, Alberto Santos-Dumont. A atividade conta com programação de shows aéreos e atrações musicais, além de infraestrutura de alimentação e entretenimento.

Relembrando os principais inventos do Pai da Aviação, entre as atrações da festa estão os voos das réplicas das aeronaves 14-Bis e Demoiselle, conduzidos pelo piloto e projetista Alan Calassa. O Campo dos Afonsos também receberá os balões cativos, shows aéreos da Esquadrilha CEU e demonstrações operacionais da Força Aérea Brasileira (FAB). Shows musicais estão na agenda, com a participação do grupo RDN, Fabinho Carioca, bandas KENZZY e 22 minutos, Johny e Érika, Patrulha Canina e Palhaço Topetão.

Para o Chefe da Comunicação Social do MUSAL, Ivan Soares, o evento é uma oportunidade de diversão para toda família e também para conhecer mais sobre aviação. “Esperamos receber toda a família carioca para se encantar com aviação e a história do nosso grande inventor”, destaca.

História

Pai da Aviação, Alberto Santos-Dumont, inventor brasileiro, nasceu na Fazenda Cabangu, Palmira, atual Santos-Dumont (MG), em 20 de julho de 1873. Faleceu na cidade de Guarujá (SP), em 23 de julho de 1932. O mineiro dedicou sua vida à aviação, tendo sido o primeiro aeronauta a alcançar, definitivamente, a dirigibilidade dos balões e a voar num aparelho mais pesado que o ar com propulsão própria, o 14-Bis. De 1889 a 1909, planejou, construiu e experimentou mais de duas dezenas de invenções entre balões livres, dirigíveis e aviões.

Seu voo histórico aconteceu em 23 de outubro de 1906, quando o 14-Bis desprendeu-se do solo por meios próprios e percorreu uma distância de quase 70 metros a uma altura entre 2 e 3 metros.


Confira aqui a programação completa [Link]