22 de Maio, 2018 - 10:40 ( Brasília )

Aviação

Alunos de Especialização Operacional iniciam voo solo em helicóptero

Curso é composto por 20 estagiários, que serão distribuídos pelos esquadrões aéreos que operam helicópteros

Ten Juliana Lopes, Ten Jonathan Jayme e Cap Oliveira


A sensação de pilotar um helicóptero é inexplicável”, afirmou o Aspirante a Oficial Aviador André Victor Leal Caldeira ao descer da aeronave H-50 Esquilo, após seu primeiro voo solo, na quarta-feira (16).

O militar foi o primeiro aluno do Curso de Especialização Operacional de Asas Rotativas (CEO-CA) 2018 a realizar a missão. A instrução é ministrada pelo Esquadrão Gavião (1º/11ºGAv), localizado na Ala 10, em Parnamirim, região metropolitana de Natal (RN).

O Aspirante decolou a bordo do H-50 Esquilo e realizou voo básico sobre a pista de grama da organização militar. Após cerca de uma hora, o piloto pousou e foi recebido pelo Comandante da Ala 10, Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme Silveira de Medeiros, e pelo Comandante do Esquadrão Gavião, Tenente-Coronel Rodrigo Silva de Andrade, além de integrantes do efetivo.

O aluno passou pelo banho de batismo do caminhão de contra-incêndio e recebeu a "bolacha" do Esquadrão Gavião, símbolo da unidade aérea.

 

Para o militar, a experiência é única porque exige capacidades especiais, como o controle tridimensional da aeronave, o que não é necessário na pilotagem de outros tipos de aviões.

“Exige habilidades diferentes de um piloto de asa fixa, por isso o voo solo é a confirmação de que conseguimos absorver e colocar em prática os ensinamentos”, completa o futuro piloto de combate.

Após estarem aptos a pilotar sozinhos a aeronave, os alunos do CEO-AR passam para a fase avançada do curso, em que realizam missões relacionadas ao emprego da aeronave. A turma é composta por 20 estagiários, que serão distribuídos pelos esquadrões aéreos da FAB que operam helicópteros.

Fotos: Sgt Sergio/ALA 10 - FAB