25 de Abril, 2018 - 09:40 ( Brasília )

Aviação

FAB prepara os futuros pilotos da Aviação de Caça

O estagiário deve realizar procedimentos básicos de controle da aeronave A-29 Super Tucano

Ten Juliana Lopes, Ten João Eliase Cap Oliveira


O Aspirante a Aviador André Risali inaugurou, na última quinta-feira (19), a temporada de voos solos do Curso de Especialização Operacional da Aviação de Caça (CEO-CA) de 2018. Na primeira missão solo, o estagiário deve realizar procedimentos básicos de controle da aeronave A-29 Super Tucano, como acrobacias verticais e toque e arremetida.

"O voo solo é o primeiro obstáculo da especialização da caça e cumpri-lo com sucesso é motivo para comemorar. Mas acredito que será mais interessante ainda quando começarmos a empregar a aeronave como plataforma de armas, com armamento", conta o Aspirante.

Após cumprir a missão e pousar a aeronave, ele foi recebido pelo Comandante da Ala 10, Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme Silveira de Medeiros, além do efetivo do Esquadrão Joker, unidade responsável pela realização do CEO-CA. O Distintivo de Organização Militar foi entregue ao piloto pelo Oficial de Operações do Esquadrão, como símbolo de êxito no primeiro voo solo. Após o brinde com os companheiros de aviação, foi realizado o tradicional banho comemorativo.

O piloto é cumprimentado pelo Comandante da Ala 10

Especialização Operacional

As instruções de voo têm início após a turma terminar o Curso de Tática Aérea, ministrado pelo Grupo de Instrução Tática e Especializada (GITE), localizado na Ala 10, em Parnamirim (RN) - região metropolitana de Natal, que prepara o piloto militar para o exercício das atividades operacionais e administrativas dos primeiros postos da carreira na FAB.

Antes do voo solo, os estagiários passam por aulas teóricas sobre o funcionamento da aeronave, realizam instruções no simulador do A-29 Super Tucano e os primeiros voos diurnos com instrutor a bordo para ganhar segurança e habilidade na pilotagem.

Após estarem aptos a pilotar a aeronave sozinhos, é iniciada a fase avançada do curso, em que os estagiários aprendem as missões específicas da Aviação de Caça. O Curso de Especialização Operacional tem término previsto para novembro deste ano.

Aspirante é recepcionado pelos companheiros com um banho dos bombeiros

Fotos: ALA10 / Agência Força Aérea