18 de Dezembro, 2017 - 08:50 ( Brasília )

Aviação

ITA forma a maior turma de todos os tempos

A turma recebeu a maior quantidade da principal láurea e, também, formou o aluno com a nota mais alta da história do Instituto

Tenente Elias / Tenente-Coronel Fontes


A 68ª turma de formandos do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) realizou três feitos inéditos: foi a maior turma de formandos; a que recebeu a maior quantidade da principal láurea e, também, a que formou o aluno com a nota mais alta de todos os tempos.

A cerimônia, realizada neste sábado (17/12), foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato; e contou com a presença do Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira; e do Magnífico Reitor, Professor Doutor Anderson Ribeiro Correia, entre outras autoridades civis e militares, além de familiares e amigos dos formandos.



"A formação no ITA é diferenciada. São os melhores engenheiros que a gente forma no País. E com esse conhecimento que adquirem aqui, eles são grandes impulsionadores não só da Força Aérea como de toda a indústria nacional", destacou o Comandante da Aeronáutica.

Este ano se formaram 151 alunos, sendo 116 civis e 35 militares. Só para se ter uma ideia, em 2016, foram formados 84 alunos e, em 2015, 91. Eles concluíram o curso de Graduação em Engenharia, nas seguintes modalidades: Aeronáutica, Eletrônica, Mecânica-Aeronáutica, Civil-Aeronáutica, de Computação e Aeroespacial. O aluno Felipe Sampaio Lima, de 23 anos, concluiu o curso de Engenharia Mecânica-Aeronáutica.

"É muita felicidade e uma realização pessoal. Agora começa uma nova etapa com novos sonhos e novos desafios", afirmou. "Eu me sinto orgulhoso pelo foco que ele teve, pela determinação e ter alcançado o que alcançou", complementou o pai, o Engenheiro Civil Gualter Marques de Lima Neto. Seis formandos receberam a Summa Cum Laude, que é a maior honraria do Instituto, outorgada aos engenheiros que obtiveram média geral igual ou superior a nove e meio na escala de zero a dez.

Até este ano, apenas 32 alunos haviam obtido desempenho semelhante. Um dos formandos que receberam a honraria foi o Capitão Aviador Pedro Kukulka de Albuquerque, que fez a formação complementar em Engenharia Aeroespacial. "Isso representa toda uma batalha que eu comecei em 2003, quando entrei na Academia da Força Aérea.



Agora estou deixando um pouco de lado a aviação porque tenho uma nova missão, principalmente, com a parte espacial, a parte de desenvolvimento de satélite", explicou o militar. E o aluno mais bem classificado dentre todos os formandos da turma ITA 2017 foi o Engenheiro Eletrônico Daniel Schwalbe Koda, que obteve a média geral 9,78, a maior de toda a história do instituto.

"Nós estamos marcando história hoje e estamos entregando engenheiros de elevada competência para trabalhar na Força Aérea, no País e até no exterior. Uma comprovação da qualidade e da excelência do Instituto", ressaltou o Reitor Anderson Ribeiro.

ITA

Criado em 1950, o ITA faz parte das Guarnições de Aeronáutica de São José dos Campos (SP), subordinado ao DCTA, o qual tem por missão "ampliar o conhecimento e desenvolver soluções científico-tecnológicas para fortalecer o Poder Aeroespacial, contribuindo para a soberania nacional e para o progresso da sociedade brasileira, por meio de ensino, pesquisa, desenvolvimento, inovação e serviços técnicos especializados, no campo aeroespacial".

Atualmente são oferecidos no Instituto cursos de pós-graduação Stricto Sensu, nos graus de Mestrado, Mestrado Profissional e Doutorado; Cursos de Extensão Universitária e de Especialização; e Cursos de Graduação em Engenharia ministrados em regime de tempo integral, em cinco anos.

Em Barbacena (MG), EPCAR forma 150 concluintes do CPCAR¹



A Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) realizou neste sábado (16/12) a formatura militar de 150 alunos - para eles, é o fim de um ciclo de três anos em Barbacena (MG). A cerimônia foi presidida pelo Comandante-Geral do Pessoal, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, e contou com a presença do Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Rui Chagas Mesquita, além de outras autoridades civis e militares.

A cerimônia de formatura do Curso Preparatório de Cadetes do Ar (CPCAR) é marcada por alguns ritos simbólicos, dentre eles, a passagem do Estandarte da Escola, que é feita pelo líder do Corpo de Alunos ao primeiro colocado da turma do segundo ano do curso.

A condução do Estandarte é concedida ao primeiro colocado do terceiro ano, posição alcançada pelo discente que mais se destaca nas avaliações intelectuais, físicas e militares. Concluinte do CPCAR, Fernando Cunha Ruffo recebeu o prêmio de primeiro colocado geral do curso da turma Lancevaque, com média global de 9,38.

Para ele, a conquista teve um tempero especial: ele e sua família são naturais de Barbacena, cidade sede da EPCAR, que recebe alunos de todas as partes do Brasil. "Tenho muito orgulho de todas as escolas em que estudei aqui, agradeço todos os meus professores, meus amigos e meus pais, que me incentivaram muito; sinto que meu conhecimento não é nada perto do que a Força Aérea realmente é.

Ainda tenho muito para conhecer dentro da FAB", enfatiza o formando. O próximo passo para a maioria dos alunos da turma Lancevaque será a AFA, em Pirassununga (SP), onde eles se prepararão para o Curso de Formação de Oficiais Aviadores (CFOAV).

Após a chegada, eles passam por uma adaptação de aproximadamente 40 dias e, tendo concluído o estágio com sucesso, são declarados Cadetes da Aeronáutica. O curso, com duração de quatro anos, é de nível superior em Administração Pública e Ciências Aeronáuticas, com habilitação em Aviação Militar.

Em mensagem à turma, o Diretor de Ensino da Aeronáutica destacou a importância da conclusão do CPCAR para os futuros oficiais da Força Aérea. "A AFA está, agora, mais perto do que há três anos; em seus semblantes, vejo a certeza da vitória, e quando as dificuldades cruzarem seus caminhos, lembrem dos valores fundamentais da EPCAR: dignidade acima de tudo, servir por ideal e aprender para liderar", disse o Major-Brigadeiro Mesquita. EPCAR - A missão da Escola é preparar jovens para o ingresso no Curso de Formação de Oficiais Aviadores (CFOAV) da Academia da Força Aérea (AFA) por meio do Curso Preparatório de Cadetes do Ar (CPCAR).

Além das disciplinas do currículo do ensino médio, o CPCAR prepara os alunos no campo militar com o mais elevado comprometimento aos preceitos definidos pelo Comando da Aeronáutica. A EPCAR já formou mais de 12 mil alunos, atuando desde 1949.


¹por Tenente Felipe Bueno / Tenente-Coronel Fontes - Fotos: Agência Força Aérea e Paulo Roberto


VEJA MAIS