28 de Março, 2011 - 04:00 ( Brasília )

Aviação

Helibras - Blindagem amplia segurança de helicóptero em ambientes hostis

Sistema de blindagem do Esquilo é removível e representa um custo adicional equivalente a menos de 10% do valor da aeronave - Pás das aeronaves comercializadas pela Helibras não trincam quando atingidas por projéteis

O sistema de blindagem dos helicópteros Esquilo produzidos pela Helibras oferece proteção às tripulações e às partes da aeronave consideradas vitais, contra armamento portátil de calibre 7.62 e 5.56 mm nível III, aumentando sua capacidade de atuação em ambientes hostis.

A instalação consiste em colocar placas removíveis de material resistente aos impactos de armas de fogo em pontos estratégicos da aeronave. A configuração é personalizada em função da necessidade operacional e do risco da missão. A blindagem pode envolver desde o piso da cabine até um tanque de combustível autovedante.

Desenvolvido com base na experiência operacional dos helicópteros Esquilo utilizados pelas forças policiais de todo o mundo, o sistema representa um custo adicional equivalente a menos de 10% do valor da aeronave. O cliente pode optar por instalar todas as partes, ou apenas algumas delas, conforme o grau de ameaça esperada na missão. 

Os componentes das placas blindadas são produzidos com materiais de alta performance, que oferecem propriedades balísticas e altíssima aderência, aprovados pelos mais rígidos institutos europeus e norte-americanos, como o laboratório H.P.White, dos Estados Unidos, e o de Mellrichstadt, da Alemanha. Eles foram desenvolvidos em conjunto com a Inbra-Aerospace, empresa brasileira especializada em blindagens aeronáuticas e certificada para fornecimento às Forças Armadas e polícias civis e militares.

Segundo o chefe da Divisão de Projetos da Helibras, engenheiro Walter dos Santos Filho, “a instalação das placas blindadas é totalmente modular e removível, e visa adequar a aeronave às operações específicas da área policial ou de defesa”; quanto ao seu desenvolvimento, completa o diretor industrial da INBRA-Aerospace, Melis de Bruyn, “ a solução desenvolvida especialmente para esta aeronave, é resistente a vários disparos, conciliando proteção e baixo peso, com design discreto”.

Pás resistem a projéteis

O engenheiro Walter destaca ainda uma vantagem adicional dos helicópteros comercializados pela Helibras quando submetidos a ambientes hostis. “As pás dos rotores de nossas aeronaves são produzidas com um material composto cujo desempenho balístico é superior ao das pás metálicas. Caso atinjam as pás, os projéteis atravessam esse material sem provocar trincas, pois a concepção da peça, patenteada pela Eurocopter, impede que a rachadura se propague e a pá se quebre em voo”. Essa tecnologia está hoje em todas as pás de helicópteros produzidos pela Eurocopter.

O modelo de aeronave multimissão Esquilo é o mais utilizado pelas forças policiais de todo o mundo. Segundo Mauro Henrique Ayres, gerente do mercado governamental da Helibras, “atualmente, mais de 330 helicópteros desse modelo, representando mais de 40% do mercado, são empregados pelas polícias de países como os EUA, França e Inglaterra - 160 dos quais nos EUA. A polícia de Los Angeles, na Califórnia, por exemplo, trocou, há dois anos, seus helicópteros antigos por Esquilos produzidos pela Eurocopter, contando, atualmente, com 15 dessas aeronaves”.

No Brasil, cerca de 100 helicópteros AS350 Esquilo são operados por polícias militares e civis e corpos de bombeiros, em vários estados, atuando em missões de patrulhamento, resgate de vítimas em acidentes, combate a incêndios e operações de busca e resgate, prestando imprescindível apoio às unidades terrestres em ambientes hostis.

As polícias militares do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais foram pioneiras na utilização do helicóptero como fator inibidor do crime. Hoje, as corporações do Distrito Federal e dos Estados do Acre, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima, Tocantins e Santa Catarina, além da Força Nacional de Segurança Pública e da Polícia Federal, operam com aeronaves Esquilo.

Sobre a Helibras

A Helibras é a única fabricante brasileira de helicópteros. A empresa é associada ao Grupo Eurocopter, maior fornecedor mundial do setor, controlado pela EADS - European Aeronautic Defence and Space Company. Com participação superior a 50% na frota brasileira de helicópteros a turbina, a Helibras está em atividade no Brasil desde 1978 e mantém instalações em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Sua fábrica, que emprega mais de 450 profissionais e tem capacidade de produção de 36 aeronaves por ano, está localizada na cidade de Itajubá (MG), onde são produzidos diversos modelos que atendem aos segmentos civil, governamental e militar. Desde sua fundação, a Helibras já entregou mais de 500 helicópteros no Brasil, sendo 70% do modelo Esquilo. Em 2010, a empresa teve um faturamento de R$ 395 milhões. Mais informações:  www.helibras.com.br

Sobre a Eurocopter e a EADS

Fundado em 1992, o Grupo Eurocopter possui fábricas na França, Alemanha e Espanha e emprega mais de 15.600 profissionais. Em 2010, a Eurocopter confirmou sua posição de líder na fabricação de helicópteros nos mercados civil e governamental, com um volume de vendas de 4,3 bilhões de euros, referente a helicópteros e serviços e faturamento de 4,8 bilhões de euros – 53% com a entrega de 527 novas aeronaves e 36% de serviços. Com 49% de participação nos mercados civil e governamental, a Eurocopter está presente em cinco continentes por meio de 27 subsidiárias e empresas afiliadas. Os produtos do grupo representam 33% da frota mundial de helicópteros. Mais de 11.200 aeronaves da fabricante estão atualmente em operação por cerca de 2.900 clientes em 147 países.  Mais informações: www.eurocopter.com

O Grupo EADS é líder mundial nos segmentos aeroespacial, de defesa e serviços relacionados. Em 2009, faturou 42,8 bilhões de Euros e empregou mais de 119 mil pessoas. Além da Eurocopter, o Grupo inclui a Airbus, a Airbus Military, a EADS Astrium e a divisão Defesa & Segurança. No Brasil, além da Helibras, a EADS está presente através da EADS Brasil, da EADS Secure Networks Brasil e de escritórios de representação da Airbus Military e da Spot Image. Também é acionista da Equatorial Sistemas. Mais informações:
www.eads.com.br

Sobre a InbraAerospace

A InbraAerospace nasceu em 2002 com o intuito de atender a crescente demanda dos mercados brasileiro e internacional na fabricação de compostos aeronáuticos, com uma planta instalada na cidade de Mauá/SP. É uma das unidades industriais do Grupo Inbrafiltro.  Emprega atualmente 120 profissionais. Tem parcerias estratégicas em processo industrial de fabricação e de engenharia aeronáutica com as mais renomadas empresas do Brasil e do mundo.

Com a experiência de negócios do Grupo Inbrafiltro na área de defesa e proteção, a InbraAerospace, além da fabricação de compostos aeronáuticos, produz blindagem para helicópteros empregados em uso militar e policial, blindagem para aviões militares Super Tucano contra munição .50”AP. Já forneceu mais de 700 portas blindadas para os aviões da família EMB-170 e EMB-190 da Embraer. É a única empresa brasileira a oferecer transparências laminadas termo formadas – tecnologia indispensável para fabricação de pára-brisas de aviões de caça, janelas especiais de observação e canopis. Ocupa, atualmente, uma área de 5.000m2. Com investimentos previstos de R$ 80.000.000 iniciará, em breve,  a construção de uma nova e moderna unidade de 20.000m2 em São Bernardo do Campo/SP.

Fonte - Helibras