31 de Julho, 2017 - 10:20 ( Brasília )

Aviação

Esquadrão Pampa realiza Jornada Científica

Os trabalhos analisaram desde o uso do capacete até a situação em que o míssil sai da aeronave sem contato visual com o alvo

Tenente Fabiana Cintra / Aspirante Aline Fuzisaki


Para valorizar o trabalho realizado por seus militares e compartilhar conhecimento, o Primeiro Esquadrão do Décimo Quarto Grupo de Aviação (1º/14º GAV), Esquadrão Pampa, localizado em Canoas (RS), realizou, no dia 13 de julho, a Jornada Científica Pampa, com apresentação de trabalhos no âmbito da aviação.

Na abertura do evento, o Chefe do Estado-Maior da Ala 3, Coronel Aviador Omar José Sarmento dos Santos, afirmou que a pesquisa e a produção de artigos são de suma importância e têm impacto positivo na operacionalidade.

“Nossos equipamentos são excepcionais e lemos nos manuais todos os recursos que eles disponibilizam. No teatro de operações, esse conhecimento é fundamental. E cruzar o conhecimento teórico e a análise de experiências expande o conhecimento”, afirmou.

A excelência na operacionalidade dos esquadrões de voo depende de profissionais capacitados, equipamentos de qualidade em tecnologia e treinamento. Nesse contexto, na realização do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais, na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais da Aeronáutica (EAOAR), no Rio de Janeiro, os militares aprofundam seus conhecimentos em análises científicas.



Os trabalhos expostos na Jornada Científica Pampa tiveram abordagens diversas e são de autoria de militares do Esquadrão Pampa e do Comandante da EAOAR, Tenente-Coronel Aviador Helmer Barbosa Gilberto, convidado para o evento. Com o trabalho Combate BVR: uma arena complexa para tomadas de decisões, o Tenente-Coronel Helmer falou sobre os níveis de consciência situacional, influência nas tomadas de decisão e melhorias no modelo mental para ingresso na arena BVR (do inglês Beyond Visual Range, em que o míssel sai da aeronave sem contato visual com o alvo).

Tomada de decisão em ambientes complexos e a influência na liderança situacional no combate aéreo foi o tema do trabalho apresentado pelo Comandante do Esquadrão Pampa, Tenente-Coronel Aviador Mateus Barros de Andrade, que expôs uma pesquisa realizada com pilotos líderes para analisar a influência da complexidade na liderança, os estilos de liderança e os tipos de decisões, de acordo com cada estilo de liderança, dada a rapidez com que as decisões são tomadas no ambiente operacional.

Já o Capitão Aviador Primo Antonio Corral De Medeiros apresentou o trabalho O HMD e o risco de colisão com o solo, que abordou um estudo sobre voos a baixa altura com combate visual com e sem HMD (Helmet Mounted Display, capacete utilizado pelos pilotos) e a relação de danos gerais e colisão com o solo, mostrando menor variação de altura com HMD e proporcional assertividade.

Aplicação de Indicadores de Desempenho na Análise de Eficiência foi o trabalho apresentado pelo Major Aviador Fábio Nóbrega Do Rosário, que mostrou como a análise de eficiência permite identificar os indicadores mais determinantes (como qualidade de tiro, capacidade de defesa, probabilidade de abater e ser abatido), desenvolver ações que melhorem tais índices, como treinamento específico, de forma a melhorar índices dos pilotos, e determinar novas e melhores metas, aumentando a eficiência.



Fotos: Soldado Mayer - ALA3 / FAB