21 de Julho, 2017 - 10:20 ( Brasília )

Aviação

Força Aérea comemora aniversário do Patrono da Aeronáutica

As cerimônias ocorreram em várias cidades brasileiras e no exterior

Asp Cristiane dos Santos


A Força Aérea Brasileira (FAB) celebrou o aniversário de 144 anos do Marechal do Ar Alberto Santos-Dumont, o patrono da aeronáutica. Para comemorar a data, 663 militares das Forças Armadas nacionais e estrangeiras, além de autoridades e personalidades civis, foram agraciados com a medalha "Mérito Santos-Dumont". Em Brasília, a solenidade ocorreu na Ala 1, com a entrega de 181 medalhas.

A celebração foi presidida pelo Ministro da Defesa, Raul Jungmann, acompanhado pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, e também contou com a presença de Oficiais-Generais da Força Aérea Brasileira, da Marinha e do Exército, dentre outras autoridades militares e civis.



Força Aérea condecora personalidades do Brasil e do exterior

Uma cerimônia militar realizada nesta quinta-feira, 20/07, na Ala 1, em Brasília (DF), comemorou o 144º aniversário do Marechal do Ar Alberto Santos-Dumont, Patrono da Aeronáutica e Pai da Aviação. O evento também marcou a entrega da Medalha Mérito Santos-Dumont a 181 militares das Forças Armadas nacionais e estrangeiras, além de autoridades e personalidades civis brasileiras e do exterior.

A solenidade foi presidida pelo Ministro da Defesa, Raul Jungmann, acompanhado pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, e também contou com a presença de Oficiais-Generais da Força Aérea Brasileira, da Marinha e do Exército, dentre outras autoridades militares e civis.

O Embaixador da Colômbia, Alejandro Borda, um dos agraciados, falou sobre o significado da Medalha para o país. “Pra mim, pessoalmente, é uma grande honra, mas eu recebo essa condecoração em nome do Governo e do povo colombiano.



Representa uma excelente amizade que existe entre nossas nações, especialmente, entre nossas Forças Aéreas e Forças Militares em geral. É um momento histórico”, avaliou. Recentemente, a Esquadrilha da Fumaça se apresentou em Rionegro, na Colômbia, representando a Força Aérea Brasileira (FAB) na feira aeronáutica F-Air Colômbia 2017.

Além da Colômbia, também foram homenageados representantes da Suécia, Chile, Espanha, Suriname e Peru. Para o Sargento José Carlos Lima de Souza, receber a Medalha Mérito Santos-Dumont significa um reconhecimento pelos serviços prestados à FAB.

“Tenho 25 anos de serviço e é uma satisfação muito grande receber essa medalha, tendo em vista que comecei minha carreira como Recruta e jamais esperava receber tão grande honraria. Graças ao trabalho e dedicação, hoje, recebo essa medalha com muito orgulho”, disse o militar, que também já foi agraciado com a Medalha Bartolomeu de Gusmão. “Mas essa, com certeza, tem uma honraria diferente”, complementou.

“É uma honra receber essa condecoração por tudo o que representa Santos-Dumont para a aviação não só brasileira, mas mundial. Então, estou bastante lisonjeado. Hoje, é um dia de comemorações e de homenagens a esse grande brasileiro”, destacou o Advogado Carlos Sérgio dos Santos Monteiro, ao receber a sua comenda.

O Comandante da Aeronáutica ressaltou a importância de homenagear os agraciados com a Medalha Mérito Santos-Dumont. “As pessoas que foram condecoradas no dia de hoje tiveram participação dentro do contexto de Aeronáutica no Brasil. Todas elas são merecedoras.

A medalha é um símbolo importante, que expressa essa valorização que nós damos para o Santos-Dumont e para o trabalho dessas pessoas comuns e desses militares para a Força Aérea Brasileira”, afirmou o Tenente-Brigadeiro Rossato.



Além de Brasília, a solenidade em homenagem ao Patrono da Aeronáutica aconteceu em 23 cidades do Brasil e 24 países. Neste ano, ao todo, foram 663 agraciados com a medalha “Mérito Santos-Dumont”. A comenda foi criada em 1956, durante as comemorações do cinquentenário do voo do 14-Bis.

A distinção é um reconhecimento aos militares das Forças Armadas Nacionais e Estrangeiras e aos cidadãos brasileiros e estrangeiros que tenham prestado notáveis serviços à Aeronáutica Brasileira.

ALA 3


Na cerimônia realizada na Ala 3, em Canoas, autoridades civis e militares foram homenageadas com a Medalha “Mérito Santos-Dumont”, criada em 1956, nas comemorações do cinquentenário do primeiro voo do 14 Bis.

Na ocasião, foi entregue da Medalha Mérito Santos Dumont, distinção concedida a militares da Força Aérea Brasileira (FAB) que tenham se destacado no exercício de sua profissão, a militares das Forças Armadas nacionais e estrangeiras merecedores de homenagem especial da FAB, e aos cidadãos brasileiros e estrangeiros que tenham prestado notáveis serviços à Aeronáutica. A tropa foi composta pela tropa das organizações militares da FAB sediadas em Canoas.

Foram agraciados com a Medalha “Mérito Santos Dumont”, além de militares da Ala 3, os seguintes militares e personalidades:

- General de Brigada Raul Rodrigues de Oliveira, Comandante da 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada;

-  General de Brigada Carlos Alberto Dahmer, Comandante da 8º Brigada de Infantaria Motorizada;

- Doutor Luiz Fernando Wowk Penteado, Desembargador do Tribunal Regional Federal Da Quarta Região – Receberá a medalha em Curitiba;

- Coronel de Cavalaria Martin Schimitt da Silva, Chefe da Seção de Operações da 3ª Divisão de Exército;

- Tenente Coronel de Infantaria Eduardo D’avila; Senhor Chefe da 4º Seção da Terceira Região Militar – Receberá a medalha em Curitiba;

- Dr. Amarilio Vieira de Macedo Neto, Diretor-Geral do Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre.



Em Manaus teve demonstração da Fumaça

A celebração pelos 144 anos de nascimento de Alberto Santos-Dumont, Pai da Aviação e Patrono da Aeronáutica Brasileira, foi especial em Manaus (AM). Uma solenidade militar realizada na Praia da Ponta Negra e aberta ao público reuniu mais de dez mil pessoas, que assistiram a uma apresentação da Esquadrilha da Fumaça e de paraquedistas, além do desfile da tropa.

“Nesta tarde de 20 de julho, a Força Aérea Brasileira une-se à população manauara para celebrar esta data tão importante para a História do Brasil. Esta é uma oportunidade de proporcionar um momento de patriotismo e de cidadania”, disse o Comandante da Ala 8, Major-Brigadeiro do Ar Waldeísio Ferreira Campos.

Durante a cerimônia militar foi realizada a imposição da Medalha Mérito Santos-Dumont a 21 militares, dois deles do Exército Brasileiro. O Suboficial Marcos Henrique Zambon, que tem 26 anos de serviço na FAB, foi um dos agraciados. “Sou do interior de São Paulo, ingressei como soldado em 1991, depois passei para a Escola de Especialistas da Aeronáutica (EEAR) e me formei sargento em 1994. Como primeiro colocado da minha especialidade, escolhi vir para Manaus em uma época em que era um local muito carente de mão de obra especializada”, conta.



Depois de 22 anos na Amazônia, ele orgulha-se de servir à Pátria e pretende continuar trabalhando no local em que construiu uma carreira repleta de realizações. “Aqui eu formei amigos e participo de projetos que levam dignidade a muitas comunidades. Assim, sou feliz no âmbito militar e social e ajudo a promover a aproximação entre Força Aérea e sociedade”, completa Zambon.

Show no céu – Após o desfile da tropa, o público assistiu à apresentação de salto operacional de paraquedistas do Grupo de Segurança e Defesa da Ala 8 e do Batalhão de Forças Especiais do Exército.

Em seguida, foi a vez da Esquadrilha da Fumaça provocar aplausos e gritos entusiasmados dos presentes. Cerca de mil estudantes de escolas manauaras assistiram às manobras das aeronaves A-29 Super Tucano e vibraram a cada acrobacia, assim como o restante do público.

“É um orgulho celebrar e cultuar a memória de Alberto Santo-Dumont, um brasileiro igual a cada um de nós, capaz de usar o seu talento em prol da humanidade, tornando-se uma referência mundial como exemplo de altruísmo, de perseverança e de criatividade”, ressaltou, ainda, o Major-Brigadeiro Waldeísio durante o evento.



Fotos: 1S Johnson Barros, 2S Bianca Viol e Sgt Bruno Batista


VEJA MAIS