04 de Setembro, 2011 - 13:00 ( Brasília )

Aviação

Chile: todos ocupantes de avião morreram 'instantaneamente'

'Não há sobreviventes em queda de avião', diz Chile

As operações de busca do avião militar chileno que caiu no mar na sexta-feira próximo à ilha de Robinson Crusoe, no Pacífico, indicam que os 21 passageiros a bordo do aparelho morreram de forma imediata, confirmou neste sábado o ministro da Defesa, Andrés Allamand.

"Diante da busca que realizamos e das observações chegamos à conclusão de que o impacto foi de tal magnitude que produziu morte instantânea de todas as pessoas que estavam a bordo do avião", disse Allamand, na ilha de Robinson Crusoe.

Allamand, que lidera os trabalhos de resgate, explicou que a conclusão é resultado das "evidências" observadas durante a operação de resgate realizada pela Força Aérea e a Marinha do Chile, envolvendo seis aviões e duas fragatas.

Até o momento, só foi possível resgatar quatro corpos, levados a Santiago, onde foram identificados como Erwin Núñez, cabo da Força Aérea, Galia Díaz, funcionária do Conselho Nacional de Cultura, Roberto Bruce, jornalista do canal TVN, e Silvia Slager, produtora da TVN.