29 de Junho, 2017 - 09:50 ( Brasília )

Aviação

Simpósio informativo do serviço militar debate sobre reestruturação

Palestras sobre a nova estrutura da DIRAP marcaram o Primeiro Simpósio do Serviço Militar

Aspirante Raquel Timponi


A Força Aérea Brasileira (FAB) realiza até quinta-feira (29/06), no Rio de Janeiro (RJ), o “I Simpósio do Serviço Militar”. O objetivo é transmitir aos novos comandantes do Serviço de Recrutamento e Preparo de Pessoal da Aeronáutica (SEREP) e aos representantes do efetivo dos setores como será processada a mudança, além de apresentar orientações administrativas, linhas de conduta e planejar ações para o processo de reestruturação administrativa da FAB.

“Esse é um simpósio administrativo que reúne os setores de ensino e mobilização da Aeronáutica, além de apontar caminhos aos chefes que assumirão o novo cargo das sete organizações militares SEREP, órgão que reuniu três antigos setores SERENS, SERMOB e A-1, antes subordinados aos antigos Comandos Aéreos Regionais, COMAR, que atualmente estão em processo de extinção”, explicou o Chefe da Primeira Subchefia do Estado-Maior do Comando-Geral de Pessoal (COMGEP) da Aeronáutica, Coronel Paulo Ribeiro.

A novidade da transformação é que a estrutura do SEREP está diretamente subordinada à Diretoria de Administração do Pessoal (DIRAP), agora vinculada a um órgão centralizador. Os órgãos diretamente centralizados visam a dar maior fluxo nos processos e depender menos de processos burocráticos.

“Antes o processo demandava um caminho mais longo, descentralizado, já que os órgãos de direção setoriais envolviam o DEPENS, COMGEP, COMGAR. Com o intuito de tornar os processos mais diretos, a DIRAP recebeu um encargo de sete novos órgãos SEREP. Nessa nova forma de organização, a previsão é que os SEREP passem a atuar como organizações militares, na nova estrutura da FAB”, complementou o Coronel Paulo Ribeiro.

Das temáticas abordadas durante o seminário, destaca-se a importância da reativação da Subdiretoria do Serviço Militar (SDSM). Entre as responsabilidades da SDSM estão as atividades de preocupação com o serviço militar, que inclui seleção de pessoal, recrutamento, a parte de ensino, formação e preparo e adaptação à vida militar, mobilização, recrutamento do serviço militar, além do encargo administrativo do setor de pessoal e dos aposentados e inativos.

"O simpósio é o primeiro passo para que os chefes de 
SEREP e os oficiais possam sanar dúvidas existentes. Por ser um procedimento de unidades novas, ainda existem ajustes a serem feitos. A ideia é mostrar para os chefes dos SEREP o início da padronização de processos", destacou o Chefe da Subdiretoria do Serviço Militar, Coronel Almir Pinto de Lima.

Os chefes dos SEREP são: Coronel de Infantaria Antônio Deoclecio Chaves Machado, que assumirá o SEREP Belém; Coronel de Infantaria Júlio Cézar Pontes, do SEREP Recife; Coronel Aviador Alexandre Ricardo Carmo, do SEREP Rio de Janeiro; Coronel de Infantaria Marcelo de Oliveira, do SEREP São Paulo; Coronel Aviador Omar José Sarmento dos Santos, do SEREP Canoas; Coronel de Infantaria Paulo Cesar Milare, SEREP Manaus, e Coronel de Infantaria Luiz Guilherme Sá da Silva, SEREP Brasília.

Como as siglas SERENS e SERMOB já eram consagradas na FAB, elas foram mantidas, porém deixando de ser “serviços regionais”, termos que remetem à antiga divisão do COMAR. Na nova nomenclatura, o Serviço Regional de Ensino, passa a ser chamado de Seção Regular de Ensino; o Serviço Regional de Recrutamento e Mobilização (SERMOB) agora é conhecido como Seção de Recrutamento e Mobilização. A A-1 se transforma em Seção de Recursos Humanos e o nome de Seção Mobilizadora se mantém.

Reestruturação

O simpósio de temática reestruturação faz parte de um projeto do COMGEP em parceria com a DIRAP, órgãos responsáveis pela reestruturação administrativa proposta pela diretriz DCA 11-53, assinada pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, em maio de 2016, documento que determina o processo de reestruturação da Força Aérea Brasileira. Esses órgãos receberam a incumbência de apresentar proposta de estrutura que absorvesse as atividades realizadas pelo então Serviço de Recrutamento e Mobilização e o Serviço Regional de Ensino da Força Aérea.

“O simpósio é uma oportunidade para nivelar conhecimentos sobre a reestruturação”, concluiu o Diretor da DIRAP, Major-Brigadeiro do Ar Leonidas Medeiros.

 

 


VEJA MAIS