24 de Maio, 2017 - 16:00 ( Brasília )

Aviação

Sistema de comunicações seguras da FAB é testado em aeronaves da Marinha

Meios aéreos das três Forças poderão se comunicar de forma segura em operações

Tenente Raquel Sigaud


Depois de aeronaves do Exército Brasileiro, foi a vez de helicópteros da Marinha do Brasil passarem por testes para uso do Sistema de Comunicação Segura Link BR-1, da FAB.

O Algoritmo Criptográfico Brasileiro (ACB) foi inserido nas aeronaves UH-15 SuperCougar (do Primeiro Esquadrão de Helicópteros Anti-Submarino) e SH-16 Seahawk (do Segundo Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral), ambas da Aviação Naval.

Realizados na Ala 1, em Brasília, os testes em terra e em voo foram bem sucedidos. Especialistas da Célula de Comunicação e Enlace de Dados (CCED), do Comando de Operações Aeroespacias (COMAE), prestaram assistência técnica.



Além da inserção do ACB e do conjunto de dados, os testes incluíram a qualificação das tripulações na comunicação segura entre as aeronaves em solo e em voo. Houve ainda comunicações com a aeronave R-99 do Esquadrão Guardião (2º/6º GAV) e com a Estação Remota de Link de Dados (DLRS) de Anápolis, da Ala 2.

A próxima etapa é integrar as aeronaves UH-15 e SH-16 da Marinha do Brasil ao Link BR-1. Elas operam a partir da Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia (RJ).

Esse trabalho mostra o esforço das três Forças Armadas em buscar a integração operacional por meio da comunicação segura entre os meios aéreos, principalmente em operações conjuntas.

Artigo relacionado:

FAB realiza testes para inserção de helicópteros do Exército no sistema Link BR-1 [Link]


VEJA MAIS