10 de Abril, 2017 - 21:00 ( Brasília )

Aviação

Equipe da Esquadrilha da Fumaça recebe certificado do Guinness

O reconhecimento se deu em manobra com a maior quantidade de aeronaves em voo invertido


Ten Flávia Cocate / Ten Flávio Nishimori

 

FUMAÇA...JÁ!!!! *


Após dez anos da Esquadrilha da Fumaça ter quebrado seu próprio recorde mundial com a maior quantidade de aeronaves em voo invertido, representantes do Guinness World Records vieram até o Brasil para entregar o certificado, em mãos, para a equipe do Esquadrão, no dia 6 de abril 2017, em Pirassununga (SP).

Em outubro de 2006, a equipe da Esquadrilha da Fumaça quebrou, pela terceira vez, o recorde mundial com a maior quantidade de aeronaves em voo invertido. O voo aconteceu com doze aviões T-27 Tucano durante trinta segundos sobre a Academia da Força Aérea (AFA), na cidade de Pirassununga (SP).

O recorde foi homologado em 2006 por ocasião do voo. Dois recordes já haviam sido alcançados pela Esquadrilha da Fumaça no passado. Em 1996, o grupo estabeleceu o recorde com 10 aeronaves em voo de dorso, e o segundo foi atingido em 2002, com onze aviões.

http://55ca7cd0-f8ac-0132-1185-705681baa5c1.s3-website-sa-east-1.amazonaws.com/defesanet/site/upload/news_image/2017/04/35771.jpg?rand=46


O diretor do Guinness World Records para a América Latina, Carlos Martínez, afirmou que ficou muito alegre em poder entregar o certificado ao grupo. “É impressionante e espetacular o que a equipe fez em 2006 de voar, simultaneamente, com doze aviões em voo invertido. Estou muito feliz por poder vir ao Brasil para conhecê-los de perto e parabenizá-los pelo recorde”, disse.

Dois pilotos da equipe de 2006, que participaram do recorde mundial, estiveram presentes na cerimônia de entrega do certificado. O Coronel Aviador Afonso Henrique Junqueira de Andrade Junior comentou sobre o desafio. “Todos estávamos muito tranquilos na época, porque treinamos muito. Mais do que a marca de ter batido o recorde, ter vivido aquele momento foi um privilégio para mim e para todos que presenciaram”, relatou.

Outro componente da equipe da época, o Coronel Ricardo Beltran Crespo, também falou sobre o momento. “As marcas registradas da Fumaça são a proficiência e o treinamento dos pilotos. As condições meteorológicas da época podiam interferir no momento, porém estávamos muito preparados. Passamos em frente ao público de, aproximadamente, 60 mil pessoas e foi marcante para todos nós”, contou.

Durante a cerimônia, o Comandante da Esquadrilha da Fumaça, Tenente-Coronel Líbero Onoda Luiz Caldas, agradeceu a presença de todos e, em especial, a dos representantes do Guinness World Records. “É uma honra poder recebê-los de tão longe para que possam nos entregar o certificado. Tenho a certeza de que, para a geração que esteve presente no momento, teve um significado muito importante. Eu mesmo, que ainda pretendia me candidatar para ser piloto da Fumaça, pude presenciar e ver aquele momento impressionante de perto. Agradeço, também, a presença dos representantes da época que se dispuseram a estar aqui conosco para prestigiar esse momento tão significativo para todos os Fumaceiros”, destacou o Comandante.

O certificado agora fica exposto no Salão Histórico e pode ser conferido pelos visitantes. A Esquadrilha da Fumaça pode ser visitada aos fins de semana, das 10h às 12h e das 14h às 16h.

A entrada é gratuita. Visitas durante a semana devem ser agendadas pelos:
e-mail: contato@esquadrilhadafumaca.com.br
telefone: (19) 3565-7236.


*Nota - FUMAÇA...JÁ!!!! é a saudação dos Fumaceiros, como são chamados os membros do EDA

 

Nota DefesaNet

DefesaNet cumprimenta ao Pilotos e Mecânicos do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), mais conhecido como a Esquadrilha da Fumaça.

Agradecemos à Ten Flávia Medeiros Cocate pelo envio das fotos que ilustram a matéria.

O Editor