29 de Março, 2017 - 10:15 ( Brasília )

Aviação

C-130 da FAB transporta brigadistas e material de resgate de vítimas no Peru

Equipamentos serão empregados na cidade de Piura, no norte do país

A aeronave C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) cumpriu, na segunda-feira (27/03), várias missões em apoio às vítimas das enchentes no Peru.

Foram transportados para a cidade de Piura, localizada no norte do país e com cerca de 325 mil habitantes, 35 brigadistas, dois botes infláveis, dois caiaques, além de medicamentos.

“Todo esse material de apoio será utilizado no resgate dos habitantes desta cidade”, explica o Comandante da aeronave, Capitão Gustavo Magaldi. "Nós estamos com duas tripulações. Cada uma pode operar em até 16 horas de jornada. Estamos aqui para realizar nossa missão da melhor forma possível e atender a todas as necessidades que as populações das várias localidades estão precisando. Isso é muito gratificante para todos do efetivo", completa o Capitão.

O avião da FAB chegou à capital peruana na terça-feira (21) e conta com uma tripulação formada por 16 militares do Esquadrão Gordo (1º/1º GT). Há mais de uma semana, o efetivo tem participado de várias missões humanitárias de transporte de pessoas, água, mantimentos e medicamentos.

Balanço das atividades da FAB no Peru

A aeronave C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB), do Esquadrão Gordo (1º/1º GT), continua o apoio às vítimas das enchentes no Peru. O avião está sendo empregado para o transporte de pessoas, água, alimentos e material de construção.

A previsão é que o efetivo da FAB regresse ao Brasil ainda nesta semana da missão humanitária no país andino. Nesta segunda (27/03), o C-130 já havia transportado nove toneladas de materiais diversos, além de 50 passageiros.

A Força Aérea está atuando desde a terça-feira passada (21/03) no Peru. A rotina dos 16 militares da FAB tem sido intensa, com vários voos diários para as cidades mais atingidas pelas enchentes.

Na quinta-feira (23/03), por exemplo, foram transportadas 12 toneladas de víveres de Tumbes (cidade a noroeste do Peru) para Lima (capital do país), além de nove toneladas de carga, entre água, purificadores de água e camas, enviadas para Chiclayo (situada ao norte do Peru).

Já na sexta-feira (24/03) foram trasladadas de Chiclayo para Lima 70 pessoas. O avião também transportou de Lima para Trujillo (norte peruano) três toneladas de barracas e nove toneladas de massa pronta de concreto, além de 12 toneladas de sulfato de alumínio. No retorno a Lima, o C-130 trouxe a bordo cerca de 100 pessoas.

No final de semana o trabalho também foi intenso. No sábado (25/03), o avião da FAB decolou para Tumbes com 10 toneladas de água e hipoclorito de sódio; e para Trujillo com uma carga de 11 toneladas de barracas e 1,5 tonelada de mantimentos. Na volta a Lima foram trasladados 86 passageiros.

No domingo (26/03), foram enviadas para Chiclayo oito toneladas de sulfato de alumínio, cerca de três toneladas de água e materiais diversos. No retorno, houve o traslado de 70 pessoas. No mesmo dia, foram transportados 89 passageiros e seis toneladas de água e víveres para Trujillo.