05 de Julho, 2016 - 09:00 ( Brasília )

Aviação

FAB forma mais de 400 soldados e cadetes da AFA concluem período de adaptação


Ten João Elias  

AFA realiza cerimônia de entrega de espadins a 219 novos cadetes

Foram 169 dias desde a chegada à Academia da Força Aérea (AFA) até a solenidade de entrega do espadim, símbolo do cadete da aeronáutica. Este importante passo rumo ao oficialato foi realizado por 223 jovens na sexta-feira (01/07). A cerimônia marca a conclusão do período de adaptação à vida militar, em que os jovens realizaram atividades como salto de paraquedas, exercício de campanha, instruções militares e de doutrina.

A Turma Asterion é composta por 165 cadetes aviadores, entre eles, 10 mulheres, 41 intendentes, sendo 21 mulheres e 18 de infantaria, totalizando 219 cadetes de nacionalidade brasileira. Também estão matriculados no 1º ano da AFA quatro cadetes de nações amigas, sendo um paraguaio, um hondurenho, um dominicano e um togolês.

Presidida pelo Comandante Interino da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Dirceu Tondolo Nôro, a solenidade contou com a presença do Brigadeiro do Ar Saulo Valadares do Amaral, Comandante da AFA, além de autoridades civis e militares, familiares e amigos dos formandos. O Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) - a Esquadrilha da Fumaça - sediada na unidade, também participou do evento e homenageou a turma com um a escrita do nome Esquadrão Asterion no céu.

Vindos de Porto Alegre (RS), os familiares da Cadete Aviadora Roquelly Neuhaus participou da solenidade e não escondia a emoção. “Não tem como descrever. É um filme que passa na cabeça, da dificuldade do processo até o ingresso”, conta Raquel, mãe da cadete. Já Roquelly não conseguia esconder a felicidade por estar acompanhada pela família. “Ter o reconhecimento, saber que você é motivo de orgulho é uma sensação ímpar”, conta.

Os oficiais, que acompanharam de perto a evolução desses jovens, deixam clara a satisfação por mais uma etapa concluída. “É um sentimento de satisfação ver a transformação desses jovens que chegaram aqui em janeiro com sonhos, transformarem-se em cadetes, com uma postura diferenciada. Esse marco do espadim coroa todo esse trabalho”, afirma o Major Aviador Lourival de Souza e Silva Júnior, comandante do Esquadrão Asterion.

Formação – O curso na AFA tem duração de quatro anos. Quando formados os jovens receberão dois diplomas de nível superior, tornando-se bacharéis em Administração com ênfase em Administração Pública, e bacharéis na especialidade escolhida no ingresso: Ciências Aeronáuticas, com habilitação em Aviação Militar; Ciências da Logística, com habilitação em Intendência da Aeronáutica; ou Ciências Militares, com habilitação em Infantaria da Aeronáutica.

Os aviadores são preparados à pilotagem militar, sendo fomentado o desenvolvimento do espírito combativo; os intendentes, ao desempenho de funções para gerir as atividades administrativas e logísticas das Organizações Militares da Força Aérea; e os infantes são formados para gerir as atividades desenvolvidas nas unidades de Infantaria, incluindo as tarefas de operações especiais, emprego de tropa, de autodefesa das organizações da Força Aérea e de defesa antiaérea.

Solidariedade - Na quarta-feira (29/06), os cadetes da AFA realizaram a distribuição de 10 toneladas de alimentos a instituições da cidade de Pirassununga, onde fica a AFA. Os mantimentos foram arrecadados no mês de maio, durante uma competição entre os quatro esquadrões.

Entre as instituições visitadas está o Asilo Nossa Senhora de Fátima, que este ano completa 100 anos de existência. “Temos muita dificuldade de manter destes 42 moradores. O asilo tem passado por momentos difíceis”, conta Antônio Carlos, tesoureiro da instituição “Nós ficamos gratos, esta doação veio no momento certo” afirma.

Durante a visita, os cadetes puderam conhecer as instituições auxiliadas e aprender um pouco sobre o projeto de cada uma. Para o Cadete Aviador Lucas Torquato este momento foi importante para o seu crescimento pessoal: “O mais legal de tudo não é só a entrega dos alimentos, foi poder trocar uma palavra, um pouco de carinho. Isso pra eles e pra nós vai além da arrecadação”.

A ideia surgiu entre os Cadetes Intendentes Gabriel Poeira e Thaís Pacheco do 2º Esquadrão, quando propuseram uma gincana que mobilizasse os demais militares em prol do próximo: “Nós sempre estamos procurando formas de ajudar as pessoas. Um dia o Poeira disse que poderíamos fazer algo maior, que mobilizasse mais os cadetes, foi quando surgiu a ideia da competição.”, conta Thais.

Com o apoio da Seção de Doutrina, a competição foi montada. Os esquadrões foram divididos em turmas de sala de aula e cada um recebeu o desafio. A mobilização foi grande, entre as histórias de participação está a do cadete que ao vender seu saxofone, destinou o dinheiro à campanha. Instrutores de voo, professores da Divisão de Ensino e demais militares da AFA também foram incentivados a participar.

Cinco organizações militares da FAB formam 422 soldados

A Força Aérea Brasileira (FAB) formou 422 recrutas na 1ª Turma do Curso de Formação de Soldados (CFS) 2016 em cinco organizações militares. As cerimônias alusivas ao compromisso à Bandeira Nacional ocorreram quinta-feira (30/06) em Natal (RN), Recife (PE), Campo Grande (MS), Florianópolis (SC) e Belém (PA).

O curso de formação durou cerca de quatro meses e os novos soldados tiveram formação peculiar ao campo militar, como instrução tática de combate, atividades de campanha e segurança e defesa da OM, além de valores e normas.

Como foi a formatura em cada localidade:

Natal (RN)

Além de prestar o compromisso, os 105 novos soldados desfilaram em continência ao Pavilhão Nacional e o primeiro colocado da turma, Soldado João Paulo Medeiros Macena, recebeu das mãos do Comandante da BANT, Coronel Aviador Antonio Santoro, um certificado de destaque.

"O que mais me marcou durante o curso foi a rotina pesada, mas que nos ensinou a ter disciplina e manter o foco. Chegar agora e ver que, apesar das dificuldades, das exigências principalmente na ordem unida, conseguimos realizar uma formatura bonita para os nossos familiares, me deixa muito alegre", destacou o Soldado Macena.

Em discurso, o Comandante da BANT, Coronel Antonio Santoro, ressaltou a satisfação de ver uma turma de novos soldados bem formados e demonstrando vibração, comprometimento e disciplina durante a cerimônia de formatura. “Tendo sempre a disciplina e a hierarquia, pilares da vida militar, como norte, eles alcançarão o sucesso e desejou muitas felicidades durante a vida na caserna”, afirmou o Coronel.

O nome da Turma Bessa e o grito de guerra foram criados em homenagem ao recruta Ruan da Silva Bessa, que faleceu em um acidente de moto durante o curso de formação. "Para uma tropa unida, quando um componente se desliga todos sentimos sua ausência, faz diferença. E é essa ausência que nossa turma sente quando entra em forma, como tropa. Por isso ficamos gratos e felizes de poder manter a lembrança dele nesse dia em que ele deveria estar se formando conosco", ressaltou o Soldado Bezerra, formando da Turma Bessa.

Recife (PE)

No Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial de Recife (BINFAE-RF) foram formados 156 recrutas. A solenidade militar, presidida pelo Prefeito de Aeronáutica de Recife (PARF), Coronel Intendente Alexandre Aldir Soares Paes, contou com a presença do efetivo do Batalhão Guararapes além de autoridades civis e militares bem, além de familiares.

“O juramento à bandeira significa um compromisso irrevogável de defender a Pátria com o sacrifício da própria vida. Não se esqueçam jamais deste compromisso que assumiram de morrer pela Pátria se preciso for, pois é ele que nos distingue de qualquer outra classe de brasileiro”, ressaltou o comandante do BINFAE-RF, Major João Francisco da Silva Junior.

Campo Grande (MS)

Na Base Aérea de Campo Grande (BACG) 43 novos soldados realizaram o compromisso à Bandeira Nacional. A solenidade foi presidida pelo Comandante da BACG, Tenente-Coronel Aviador Daniel Cavalcanti de Mendonça, e contou com a presença de convidados e familiares dos formandos.

“Os senhores são homens de valor. Porque com coragem e determinação superaram todas as suas preocupações, suas maiores ansiedades e todos os medos”, ressaltou o Comandante da BACG, Tenente-Coronel Daniel.

O Soldado Marcos de Oliveira Celestino destacou-se como Soldado Padrão, por ter apresentado, durante o período de curso, uma excelente conduta militar e o Soldado Ramon Santos Ferreira foi o Primeiro Colocado da Turma Carcará, por ter obtido a maior média final do curso.

Florianópolis (SC)

 

 

 

A Base Aérea de Florianópolis (BAFL) formou 53 soldados. A solenidade foi realizada no pátio do Segundo Esquadrão do Sétimo Grupo de Aviação (2º/7º GAV) e presidida pelo Comandante da BAFL, Tenente-Coronel Antonio Ferreira de Lima Júnior. O Soldado Marcos Rodrigo Silveira Filho foi o primeiro colocado da turma e o Soldado Leonardo da Silva Dapont foi eleito Soldado Padrão.

Em seu discurso, o Comandante da BAFL enfatizou a importância do ato de servir à Pátria, por meio do serviço militar, como ato de civilidade e patriotismo. “Também destaco os preceitos de coragem, lealdade e honra além da adoção de atitudes corretas em todos os momentos, no quartel e na vida civil”, complementou.

Belém (PA)

A cerimônia militar de formatura dos novos 65 soldados em Belém foi presidida pelo Major-Brigadeiro do Ar Carlos Minelli de Sá, Comandante do Primeiro Comando Aéreo Regional (I COMAR) e Presidente da Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA), e contou com a presença de Comandantes de Unidades da Guarnição de Aeronáutica de Belém e de convidados dos formandos.

O Comandante do I COMAR entregou um prêmio ao Soldado Miguel Leal, que conquistou as duas maiores colocações no grupo: o primeiro lugar, por notas de avaliação, e a escolha como soldado padrão, eleito por colegas e instrutores. “Foi muito difícil. Agradeço à FAB por ter me escolhido e por ter me ensinado tanto. Quando vi que valia a pena, passei a me dedicar mais e estou aqui. Agora é continuar estudando para crescer na carreira. Hoje é só o início”, declarou.

Em seu discurso, o Comandante do I COMAR parabenizou os novos militares. “É difícil segurar a emoção ao vê-los com tanta vibração. Honrem seu juramento e sonhem mais alto. Aprendam, dediquem-se ao trabalho, aos estudos e façam sempre o seu melhor”, ressaltou.

O Comandante do BINFAE-BE também deixou sua mensagem. “Todos estão orgulhosos ao vê-los aqui prontos para servir com amor ao Brasil e, em particular, à Amazônia. Não esqueçam o significado deste dia, para vocês e suas famílias, bem como todos os ensinamentos deste período de formação, que representam a chave para o crescimento pessoal e profissional”, acrescentou o Comandante do chamado “Batalhão Marajó”.