01 de Junho, 2016 - 10:20 ( Brasília )

Aviação

Militar da FAB é 1ª mulher a chefiar equipe de bombeiros do maior aeroporto do Brasil

Sargento Bombeiro é destaque na área de contra incêndio em aeroportos de Cumbica (SP)

Orgulho. Esse é o sentimento da Terceiro Sargento Roberta Luzia Alves de Souza Vasconcelos assim que, aos 23 anos, assumiu o posto de Chefe da Equipe de Bombeiros do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP). A militar da Força Aérea Brasileira (FAB) é a primeira mulher do Brasil a assumir a função em aeródromos com nível de proteção contra incêndio requerido grau 10, o mais alto nível previsto na regulamentação da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC).

“Estou muito feliz de estar aqui e ser a primeira mulher a tirar chefe de equipe”, afirma a sargento. A graduada é responsável por comandar mais de 100 homens da equipe no atendimento às emergências aeroportuárias do maior aeroporto em volume de operações do País e do Hemisfério Sul.

O Serviço de Proteção e Combate a Incêndio (SESCINC), do Aeroporto Internacional de Cumbica, é provido pela Companhia Contra Incêndio da Base Aérea de São Paulo (BASP). A unidade está localizada dentro do sítio aeroportuário, com o objetivo de atingir o tempo-resposta para atendimento não superior a três minutos, em qualquer área de movimentação de aeronaves.

A militar, natural do Rio de Janeiro, afirma que escolheu esta profissão motivada pelas palestras ministradas durante sua formação na Escola de Especialistas da Aeronáutica (EEAR), em 2014. “Eu pretendo continuar na FAB, seguir carreira, me aprimorar, adquirir conhecimento e um dia ser como os militares que eu tenho como exemplo”, acrescenta.
 

Bombeiros goianos ensinam salvamento em altura para militares da FAB

O Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás concluiu neste mês a terceira etapa de instruções de Salvamento em Altura para militares da Força Aérea Brasileira (FAB), na Escola de Especialistas da Aeronáutica, em Guaratinguetá (SP). Os treinamentos fazem parte de uma parceria firmada entre o CBMGO e o Comando da Aeronáutica.

A capacitação foi voltada para os instrutores de Salvamento em Altura da FAB com o objetivo de nivelar e padronizar as ações e atividades na formação de seus militares por todo o Brasil. Instrutores de 14 Estados participaram das atividades e agora eles serão responsáveis por repassar as técnicas executadas. A primeira etapa aconteceu no mês de fevereiro, no Rio de Janeiro; a segunda em março, em Goiânia.