12 de Março, 2003 - 12:00 ( Brasília )

Aviação

MOAB - EUA testam a "mãe de todas as bombas


EUA testam a "mãe de todas as bombas

Massive Ordnance Air Blast  - MOAB
ou "the mother of all bombs"

 

Fonte CNN.com

WASHINGTON (CNN) -- A Força Aérea dos Estados Unidos realizou, nesta terça-feira, o teste final de uma poderosa bomba de 9,5 toneladas - chamada entre os militares de "mãe de todas as bombas" -, que poderá ser usada contra alvos críticos durante uma eventual guerra ao Iraque.

Esta foi a primeira vez que os militares norte-americanos utilizaram explosivos reais ao testar a MOAB, abreviatura em inglês para Explosão Maciça de Munição Aérea.

Os dois testes anteriores - um em fevereiro e outro na última sexta-feira - envolveram munição sem efeito.

Autoridades do Pentágono informaram que estão analisando os resultados do teste para concluir se a bomba funcionou conforme o planejado.

A Força Aérea poderá divulgar um vídeo do teste final - uma iniciativa que visa a aumentar a pressão sobre os militares iraquianos.

As estimativas quanto à prova desta terça-feira eram de que a explosão na Base Eglin da Força Aérea, na Flórida, causasse tanto barulho e uma nuvem de fumaça tão densa - algo em torno de 3.000 metros - que os moradores mais próximos foram alertados com antecedência.

O Centro Nacional de Terremotos chegou a monitorar a situação sismológica na região no momento da detonação, mas disse não ter ocorrido nada de anormal.

A MOAB vem sendo desenvolvida desde o ano passado, com o objetivo de substituir a "corta margarida", bomba da época da Guerra do Vietnã composta por 5,4 toneladas de explosivos bem menos potentes.

Na forma como foi idealizada originalmente, a MOAB deveria ser usada contra grandes formações de soldados e equipamentos ou contra bunkers reforçados. Mas o poder de alcance foi ampliado, a fim de que a bomba pudesse atingir também alvos subterrâneos.

Autoridades militares explicaram à CNN que o objetivo principal da MOAB é que a bomba seja utilizada em "operações psicológicas".

Desta forma, a bomba daria origem a uma explosão forte o suficiente para convencer as tropas iraquianas a se render. Algumas autoridades em Washington sugeriram que os soldados adversários poderiam até mesmo confundir a explosão da MOAB com uma detonação nuclear.

 

"A meta não é irmos à guerra", declarou o secretário de Defesa, Donald Rumsfeld. "A meta é exercer uma pressão tão grande que Saddam Hussein coopere


"Daisy Cutter"
BLU-82  "Daisy Cutter"

Função Principal: desenvolvida originalmente para limpar áreas  para pousos de helicópteros  a áreas de artilharia nas operações da Guerra do Vietnam. Duriante a  Desert Storm, a intenção inicial era de limpar campos minados, posteriormente foram usadas em operações  psicológicas.  Segundo o relatório da USAF, foram empregadas 11 bombas na 2ª Guerra do Golfo
Peso: 6.800 Kg (15,000 lbs.)
Poder Explosivo: 5.800kg ( 12,600 lbs.) do menos poderoso explosivo GSX  (nitrato de amônia, pó de alumínio e poliestireno)
Comprimento: 3,60 m  ( 141.6 in.)
Diametro:  1,40 m (54 in.)
Primeiro Uso: Vietnam  23 Março  1970.
Lançador: C-130 transporte

Fontes: U.S. Air Force, Federation of American Scientists e DefesaNet


MOAB
MOAB - Massive Ordnance Air Blast  "the mother of all bombs"

Função Principal: Desenvolvida originalmente contra grandes formações de equipamentos e tropas  ou alvos com estruturas reforçadas ou abaixo do terreno. Oficiais americano afirmam que outro objetivo da MOAB e ser empregada em operações psicológicas.
Peso: 9.500kg (21,000 lbs.)
Explosive power: 8.160 kg (18,000 lbs.) de explosivo  tritonal
Lançador: C-130 avião de transporte

Fonte: U.S. Air Force, Federation of American Scientists e  DefesaNet

Abaixo o vídeo do teste realizado em 11 Março 2003