18 de Março, 2011 - 17:00 ( Brasília )

Aviação

Frota de E-Jets na América Latina e Caribe chega a 100 jatos

Azul Linhas Aéreas Brasileiras recebe aeronave comemorativa

Fotos Roberto Caiafa enviado especial

São José dos Campos, 17 de março de 2011 – A Embraer entregou hoje o 19º jato EMBRAER 195 para a Azul Linhas Aéreas Brasileiras. Este é o 100º E-Jet que entrará em operação na América Latina e Caribe, região em que a Embraer é líder absoluta na venda acumulada de jatos comerciais de 61 a 120 assentos, com 79% de participação de mercado.

“Temos a felicidade de compartilhar com a Azul, nossa grande parceira, a entrega deste 100º avião na América Latina e Caribe”, disse Paulo César de Souza e Silva, Vice-Presidente Executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial. “A frota de E-Jets cresce de forma expressiva na região, demonstrando que esta família de aviões é extremamente adequada para atender aos níveis de demanda local e tem a flexibilidade necessária para acomodar as oscilações típicas dos mercados emergentes com tecnologia de última geração, baixo custo operacional e alto nível de conforto para o passageiro.”

A primeira entrega de E-Jet na América Latina e Caribe aconteceu em 2005, quando a Copa Airlines, do Panamá, recebeu um EMBRAER 190. De lá para cá, outras nove empresas aéreas da região começaram a operar esta família de quatro aviões com capacidade de 70 a 122 assentos: Aeroméxico (México), Air Caraibes (Guadalupe), Austral (Argentina), Azul (Brasil), Copa Airlines Colômbia (ex-Aero República), Satena (Colômbia), Taca (El Salvador), TAME (Equador) e TRIP (Brasil). Até o final do ano, 134 E-Jets estarão operando na região.

“É uma honra para a Azul receber esta aeronave comemorativa da Embraer, uma empresa que acreditávamos antes mesmo do nascimento de nossa companhia. Este fato só se tornou possível pelas pessoas que todos os dias tocam com muita paixão a construção e a operação dessas supermáquinas. Foi graças ao empenho e sinergia entre as equipes das duas companhias que conquistamos mais este grande marco”, disse Pedro Janot, Presidente da Azul Linhas Aéreas Brasileiras.

A demanda por transporte aéreo na América Latina e Caribe aumentou 11,3% em 2010, em comparação com o ano anterior. Somente o mercado brasileiro cresceu 23,5%, enquanto a média mundial registrou incremento de 5%. Atualmente, mais de 150 cidades latino-americanas em 25 países são atendidas pelos E-Jets, que já transportaram 37 milhões de passageiros na região.

Sobre a família EMBRAER 170/190 de E-Jets

A família EMBRAER 170/190 de E-Jets é composta por quatro jatos comerciais com capacidades de 70 a 122 assentos, fruto de um projeto de engenharia avançado que Sede (Brasil)apresenta desempenho destacado, grande economia operacional, baixo nível de emissão de poluentes e uma ampla cabine de passageiros sem os indesejados assentos do meio.

Os E-Jets têm velocidade de cruzeiro máxima de Mach 0,82, voam a uma altitude de até 12.500 metros (41.000 pés) e possuem alcance de 4.450 km (2.400 milhas náuticas). O alto grau de comunalidade entre as quatro aeronaves – EMBRAER 170, EMBRAER 175, EMBRAER 190 e EMBRAER 195 – resulta em excepcional redução nos custos de

treinamento, manutenção e peças de reposição para os operadores. Outro destaque é a moderna tecnologia fly-by-wire, que aumenta a segurança operacional e reduz a carga de trabalho dos pilotos e o consumo de combustível.

A família de jatos EMBRAER 170/190 oferece conforto superior com o projeto da fuselagem em dupla-bolha, que inclui duas entradas principais para passageiros e duas portas de serviço, que minimizam o tempo de permanência no solo. Os E-Jets oferecem muito mais espaço ao passageiro que qualquer outra aeronave de tamanho equivalente. Para mais informações sobre as aeronaves, visite www.EmbraerCommercialJets.com.br.

Com grande aceitação, quase mil pedidos firmes de 58 empresas em 39 países já foram recebidos. A frota em operação ultrapassou 700 aeronaves e acumula 5 milhões de horas de vôo, tendo transportado 200 milhões de passageiros. Trata-se de uma comprovada família de jatos que tem auxiliado companhias aéreas a ajustar capacidade à demanda em rotas operadas por aeronaves narrowbody com baixa taxa de ocupação e a substituir aeronaves antigas e ineficientes. Os E-Jets também estão sendo utilizados para desenvolver novos mercados, com menores custos e maior eficiência. Para melhor avaliação dos benefícios gerados por essas aeronaves ao substituir jatos mais antigos, visite www.eforefficiency.com

Sobre a Azul Linhas Aéreas Brasileiras

Com mais de dois anos de operações, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras conecta hoje 33 destinos com 230 vôos diários. Somando-se às linhas de ônibus integradas oferecidas pela empresa, são 39 cidades brasileiras conectadas pela Azul. A companhia opera uma frota de 31 aeronaves, composta por dez jatos EMBRAER 190 e 18 EMBRAER 195, além de três turboélices. O papel da Azul é estimular o tráfego aéreo e dinamizar a economia brasileira por meio de uma equação tão simples de entender quanto difícil de imitar: preços baixos com alta qualidade de serviços. Para mais informações, visite www.voeazul.com.br.